Rio de Janeiro: o que você precisa saber sobre o carnaval na...

Rio de Janeiro: o que você precisa saber sobre o carnaval na cidade maravilhosa

31
Compartilhar

Tocando de Primeira

Famoso principalmente pelo Sambódromo da Marquês de Sapucaí, o carnaval no Rio de Janeiro é uma das maiores festas nacionais e promete agradar todos os gostos e bolsos, com festas de rua, bailes e uma programação diversa.

Para te ajudar a saber mais – e decidir o destino do mês de fevereiro – o iG Turismo publica uma série de reportagens com guias das principais capitais da folia: Recife , São Paulo , Salvador e, agora, selecionamos as orientações mais importantes sobre o carnaval do Rio.

Festa para todos os gostos

Tocando de Primeira

Carnaval combina com festa de rua e o Rio de Janeiro não deixa de investir nesse ponto. Entre os blocos, porém, há todos os tipos de música: samba-enredo, marchinhas, fanfarras e até um espaço para o rock e funk.

Entre os blocos tradicionais – chamados superblocos – que começam os ensaios já no início de janeiro e seguem até a quarta-feira de cinzas, estão nomes reproduzidos em todo o Brasil, como Cordão do Bola Preta, Liga da Justiça e Chora me Liga.

Já para quem prefere fugir das multidões, uma opção são blocos menores – frequentemente concentrados nas praças do centro do Rio de Janeiro – que reúnem menos de 500 mil pessoas e também prometem muita diversão.

Entre os cuidados que não podem ser esquecidos, porém, está a atenção á segurança nas multidões. Como em qualquer ambiente cheio, há o risco de assaltos e furtos. É importante estar atento aos objetos pessoais e carregar consigo a menor quantidade de ítens valiosos. Outro ponto que merece cuidado são algumas ruas que encaminham até os blocos, que podem estar desertas durante as festas.

Outra opção de festa durante o carnaval são os tradicionais desfiles no sambódromo. Com atrações nos quatro dias, o local – um marco do carnaval brasileiro – recebe turistas de outros estados e países que buscam os grupos de acesso e especial das escolas de samba.

É possível acompanhar os desfiles de camarotes ou arquibancadas. Os primeiros, oferecem regalias como bebidas, buffet de jantar e até shows particulares, com preços que chegam a R$3 mil nos dias do grupo especial e desfile das campeãs. Já o ingresso inteiro das arquibancadas custa entre R$200 e R$300, dependendo do lugar – que pode ser mais ou menos privilegiado.

Com a cidade inteira em festa, há ainda os bailes de carnaval. Uma opção luxuosa, que movimenta principalmente a classe média alta da cidade com festas em casas fechadas e tudo incluso. Entre os bailes tradicionais está a festa do Copacabana Palace.

Outro lembrete importante para evitar perrengues, seja qual for à sua programação: o trânsito na cidade torna-se inviável devido aos pontos interditados. Por isso, vale à pena deixar o carro em casa e esquecer dos ônibus, investindo no metrô que funciona 24h.

Viagem e hospedagens

Apesar da alta temporada para a festa, as passagens aéreas para o Rio de Janeiro se mantém relativamente estáveis. De acordo com pesquisa apontada pelo Google Flights no dia 31 de janeiro, o trajeto entre São Paulo e Rio de Janeiro entre os dias 21 e 25 de fevereiro custa a partir de R$282, ida e volta.

Já para quem sai do Nordeste, é possível encontrar passagens a partir de R$1.133 saindo de Maceió e R$1.020, valor de ida e volta, saindo de João Pessoa. Para quem pretende viajar entre Belo Horizonte e Rio, as passagens custam a partir de R$194, com conexão.

Para se hospedar na cidade, os preços ficam um pouco mais altos. Opções econômicas de hotel no centro do Rio são possíveis a partir de R$170, mas a diária pode chegar a R$1.090 se a ideia é hospedar-se num local luxuoso e bem localizado.

Fonte: IG Turismo

Tocando de Primeira