Ex-marido de Brunet vira réu por agressão: pena de até 5 anos de prisão

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

BRUNET

Postado em 29 de julho de 2016

Do Correio Braziliense

A Justiça de São Paulo abriu ação criminal contra o empresário Lírio Parisotto, de 62 anos, acusado de agredir sua ex-mulher, a atriz e modelo Luiza Brunet, de 54. Com a decisão, o executivo vai responder pelos crimes de lesão corporal leve por ter supostamente quebrado um dedo dela em dezembro de 2015, no Brasil, e lesão corporal grave, por ter quebrado quatro costelas da ex-modelo durante uma viagem do casal aos EUA, em maio deste ano. A denúncia do promotor Carlos Bruno Gaya da Costa, do Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica (Gevid), foi feita a partir da denúncia da própria atriz, e de investigações da promotoria, que também ouviu a versão do executivo.

Por ordem da Justiça, Parisotto não pode se aproximar de Brunet
Por ordem da Justiça, Parisotto não pode se aproximar de Brunet

Desde o fim de junho, a pedido do Ministério Público, a Justiça proibiu o empresário de se aproximar ou mesmo manter contato com a ex devido às denúncias de agressões. Segundo a assessoria de Brunet, os episódios de violência doméstica ocorreram em 21 de maio, quando Parisotto teria dado um soco e chutado suas costelas. Laudos do Instituto Médico Legal comprovaram as lesões e, ainda, por meio de radiografia, atestaram a fratura no dedo, referente a uma agressão no ano passado.

Logo após a última agressão, em 25 de maio, a atriz postou foto em uma rede social com a frase: “A maquiagem forte esconde o hematoma da alma”. Em nota à TV Globo, ela disse que deu publicidade ao caso “para que outras mulheres vítimas de violência tomem coragem e não se calem. Afirmo que não agredi ninguém e fui vítima de uma agressão covarde. A verdade prevalecerá”, afirmou.

Os crimes de lesão corporal de natureza leve no contexto da violência doméstica, previstos na Lei Maria da Penha, podem ter penas de três meses a três anos de detenção; se a lesão for de natureza grave, as penas podem ser 1 ano a 5 anos de reclusão. A classificação das lesões sofridas por Brunet foi feita pelos laudos técnicos do IML. Assim, Lírio Parisotto pode pegar até 8 anos de prisão.

Júnior Trindade – Latino News Brasil

logo face latino

Gostou! Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

TOP RELACIONADOS

Você também pode gostar