Primeira clínica de maconha medicinal é inaugurada nos EUA

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

SAÚDE

Postado em 07 de dezembro de 2016

G1

As primeiras clínicas de maconha medicinal de Nova York abrem as portas nesta quinta-feira (7) como parte do lançamento de um dos programas mais conservadores do tipo nos Estados Unidos.

Nova York se juntará a outros 22 Estados e à capital Washington, com programas abrangentes que permitem o uso legal de maconha para câncer, AIDS e outros pacientes certificados por um médico.

O lançamento em Nova York ocorre mais de um ano e meio após o governador Andrew Cuomo assinar a legislação conhecida como a Lei de Cuidados de Compaixão, que permite aos pacientes o uso de maconha para aliviar sintomas. Os defensores da maconha medicinal têm lutado há anos pela mudança.

“Nosso programa assegura a disponibilidade de produtos de maconha medicinal de grau farmacêutico para pacientes certificados e estabelece controles rigorosos visando proteger a saúde e a segurança pública”, disse o Dr. Howard Zucker, comissário de Saúde do Estado de Nova York, em um comunicado.

No âmbito do programa, o Estado licenciou cinco organizações para fabricar e vender maconha medicinal, cada uma autorizada a operar em quatro clínicas. Todas deverão estar em pleno funcionamento até o final do mês.

Em todo o Estado, oito clínicas devem ser inauguradas, em cidades como Nova York e Albany, nesta quinta-feira, segundo autoridades locais de saúde. O programa é restrito a pacientes com doenças muito graves e terminais, incluindo câncer, HIV e AIDS, doença de Parkinson e epilepsia.

Neto Lira – Latino News Brasil

Gostou! Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

TOP RELACIONADOS

Você também pode gostar