16 pessoas foram confirmadas com Zika Vírus na Flórida nos EUA

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

poster--8--jpg

NOVA YORK – O Estado da Flórida já registra oficialmente 16 casos de Zika Virus, segundo boletim oficial da Secretaria Estadual de Saúde divulgado na terça-feira(09). Desses casos, dois foram confirmados no condado de Broward e 6 em Miami-Dade.

A preocupação maior do Secretário Estadual de Saúde, Dr. John Armstrong, é melhor equipar os hospitais e centros de saúde da Flórida e providenciar treinamento aos profissionais de saúde, para permitir o diagnóstico rápido e tratamento adequado da doença.

Até agora, todos os casos registrados são de vítimas infectadas fora dos Estados Unidos, de acordo com o relatório da Secretaria. E também não há nenhum caso de mulher grávida contaminada.

Na quinta-feira, o governador Rick Scott já havia declarado estado de emergência na Flórida e solicitou ao CDC- Centro de Controle e Prevenção de Doenças, um lote extra de 1,000 kits de anticorpos que permitem saber se a pessoa é ou já foi portadora do vírus Zika. A Florida atualmente tem capacidade para testar apenas 475 pessoas.

Video- Local health officials discuss the Zika virus during a news conference

Os testes estão sendo recomendados especialmente nas mulheres grávidas que tenham viajado, recentemente, para países considerados de risco, como os da América Latina e do Caribe.

Enquanto isso, o Secretário de Saúde pede para que os residentes da Flórida tomem os cuidados preventivos, já conhecidos dos brasileiros, como não deixar água parada, reforçar o uso de telas nas portas e janelas, e também o uso constante de repelentes.

Durante as próximas duas semanas o CDC deverá conduzir uma série de chamadas em conferência para trabalhadores da área de saúde, especialmente obstetras, para esclarecimentos sobre a doença.

O zika vírus é transmitido pelo mosquito Aedes Aaegypti e pode ficar incubado até quarto dias. A partir do quinto dia os sintomas começam a se manifestar e podem durar até 7 dias. Os sintomas são os mesmos da Dengue: dores no corpo, dor de cabeça, febre, olhos vermelhos e surgimento de pontinhos vermelhos pelo corpo. Mas ao contrário da Dengue, a Zika tem febre mais leve e uma coceira característica. A Zika vem sendo relacionada com a síndrome neurológica que causa paralisia, a Síndrome de Guillain-Barré, e também com casos de microcefalia.

Não existe um medicamento específico para combater o vírus e o tratamento é feito apenas para aliviar os sintomas. São recomendados o uso de paracetamol -sob orientação médica-, repouso e a ingestão de muito líquido.

Conforme orientações do Ministério da Saúde, deve-se evitar o uso de ácido acetilsalicílico e anti-inflamatórios, o que pode potencializar o risco de complicações hemorrágicas, como acontece com a dengue.

Fonte: Vanuza Ramos/Brazilian Times

Amadeu Maya Latino News Brasil

Gostou! Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

TOP RELACIONADOS

Você também pode gostar