Mourão se filia ao Republicanos na próxima quarta-feira em Brasília

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
ce4c844b8 vice mourao

O vice-presidente Hamilton Mourão vai se filiar ao Republicanos na próxima quarta-feira (16), durante evento realizado na sede nacional do partido, em Brasília. Eleito ao lado do presidente Jair Bolsonaro (PL) em 2018, Mourão segue pela primeira vez um caminho político independente e deve disputar o cargo de senador pelo Rio Grande do Sul nas eleições de outubro deste ano. 

Hamilton Mourão se filia ao Republicanos na próxima quarta, às 18h, em cerimônia em Brasília

Hamilton Mourão se filia ao Republicanos na próxima quarta, às 18h, em cerimônia em Brasília

MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL – 23.11.2021

O general da reserva deixa o PRTB (Partido Renovador Trabalhista Brasileiro) para entrar na nova legenda. No fim de fevereiro, o presidente nacional do Republicanos, Marcos Pereira (SP), e o dirigente estadual, deputado federal Carlos Gomes, comemoraram a filiação de Mourão. “Representa uma honra para o Republicanos e reforça o projeto de ampliação da força política do partido nas eleições de outubro”, manifestaram-se, por meio de nota.

O deputado Aroldo Martins (Republicanos/PR) chegou a destacar o perfil do novo integrante do grupo. “Será um excelente quadro para o Republicanos, um homem público de perfil conservador, preparado, inteligente e moderado”, declarou. 

A filiação será restrita a convidados e à imprensa, em razão de medidas de prevenção contra a Covid. 

Distanciamento de Bolsonaro

Há algum tempo, o presidente Jair Bolsonaro e Mourão já sinalizam que estaria descartada uma chapa para disputar a reeleição.

Ao longo do mandato como vice-presidente, Mourão deu várias declarações que desagradaram ou contrariaram entendimentos do Palácio do Planalto. Em uma das mais recentes, no início do conflito entre Rússia e Ucrânia, Mourão criticou Vladimir Putin e disse que o Brasil não estava neutro na disputa, mas acabou desautorizado pelo presidente.

“Quem fala sobre esse assunto é o presidente, e ponto-final”, disse Bolsonaro, desautorizando as declarações de Mourão sobre o conflito.

Horas depois, em sua live, o presidente Bolsonaro se referiu ao vice como “essa pessoa” e afirmou que ele não tinha competência para dar declarações sobre a guerra na Ucrânia, acrescentando que Mourão estava “dando peruada naquilo que não lhe compete”.

Perfil

Aos 68 anos, Mourão é natural de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. General do Exército, ingressou na Aman (Academia Militar das Agulhas Negras) em 1972 e foi declarado aspirante a oficial da Arma de Artilharia em 1975. Comandou a 2ª Brigada de Infantaria de Selva em São Gabriel da Cachoeira (AM) e a 6ª Divisão de Exército em Porto Alegre (RS). Foi comandante militar do Sul e secretário de Economia e Finanças do Exército. Além desses cargos, presidiu o Clube Militar na cidade do Rio de Janeiro.

Fonte: R7

Gostou! Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

TOP RELACIONADOS

Você também pode gostar