Grito dos Excluídos é marcado por críticas ao governo Michel Temer

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

Política

UOL

O tradicional “Grito dos Excluídos”, manifestação de movimentos sociais que acontece sempre no dia 7 de setembro desde 1995, teve nessa quarta-feira como principal foco a crítica ao governo Michel Temer e a reivindicação de eleições diretas já.

Os protestos aconteceram em cidades dos 26 Estados e mais o Distrito Federal. Não houve registro de ocorrências de depredação de patrimônio ou de confronto entre os manifestantes e as forças policiais.

Houve manifestações em cidades como São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Salvador, Aracaju, Fortaleza, Curitiba, Manaus e Macapá.

Organizadores estimam que cerca de 230 mil pessoas participaram dos atos. Nem todas Polícias Militares fizeram estimativa de público nos locais de manifestação, o que impossibilita uma contagem total e oficial.
Em São Paulo, por exemplo, os atos reuniram cerca de 20 mil pessoas, de acordo com os organizadores. A PM paulista declarou não ter feito em estimativa de público. Já em Brasília, a organização fala em cinco mil pessoas presentes, enquanto a PM do Distrito Federal estimou em 800 o número de manifestantes que participaram do “Grito” na capital federal.

Na capital paulista houve protesto de manhã e à tarde. O primeiro aconteceu na avenida Paulista e seguiu até o parque do Ibirapuera. O segundo, que começou por volta das 16h, começou na praça da Sé, no centro, e seguiu em caminhada até a Praça da República, onde terminou por volta das 19h.

Neto Lira – Latino News Brasil

Gostou! Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

TOP RELACIONADOS

Você também pode gostar