Aprovação de Bolsonaro volta a subir e chega a 39%