Em greve de PMs, Ceará registra 88 mortes violentas desde 4ª feira

Em greve de PMs, Ceará registra 88 mortes violentas desde 4ª feira

43
Compartilhar

Tocando de Primeira

O Ceará vive 1 aumento da violência desde o início da greve dos policiais militares, na 3ª feira (18.fev.2020). De 4ª feira (19.fev.2020) a 6ª feira (21.fev.2020) foram registrados 88 assassinatos no Estado. Em média, um a cada 49 minutos. Os dados são da SSPDS (Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social) do Estado.

O maior número de casos foi na 6ª (21.fev.2020), 37, seguido de 4ª (19.fev.2020),  27, e 5ª (20.fev.2020),  22. Um dia antes do início do conflito, na 2ª (17.fev.2020), foram 3 mortes –3 a menos que a média diária geral do Estado.

Tocando de Primeira

Os casos incluem homicídios dolosos, feminicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte, definidos pelo indicador CVLI (Crimes Violentos Letais Intencionais).A greve foi considerada ilegal pela justiça cearense.

O movimento ganhou repercussão depois de o senador licenciado Cid Gomes (PDT-CE) ser baleado duas vezes na 4ª (19.fev.2020). O político tentava passar por um bloqueio de policiais dirigindo uma retroescavadeira.

Fonte: Poder 360

Tocando de Primeira