Pesquisa aponta crescimento no número de cães ansiosos

Pesquisa aponta crescimento no número de cães ansiosos

6
Compartilhar

Tocando de Primeira

Se você acha que só os seres humanos podem ficar ansiosos ou estressados, está enganado. Mais do que nunca, estudiosos de todo o mundo buscam detectar esse tipo de sofrimento nos animais.

Um estudo realizado pela Universidade de Helsinque, na Finlândia, revelou que o número de cães que sofrem com transtorno de ansiedade tem aumentado consideravelmente.

Tocando de Primeira

Os cientistas avaliaram 14 mil cachorros durante a pesquisa. Eles descobriram que esses animais apresentaram comportamentos ligados ao estresse, ansiedade e até algumas fobias.

Para os pesquisadores, existem alguns motivos envolvidos. Um deles é a maneira como o pet “absorve” o comportamento de seus tutores.

Responsáveis que sofrem com Síndrome de Burnout, por exemplo, podem transferir aos seus animais de estimação os mesmos sintomas. Isso porque muitos podem chegar em casa estressados e descontar suas frustrações nos cães.

O estudo levou em conta também a vida nos grandes centros urbanos, que pode ser acompanhada de excessos de ruídos e que perturbam consideravelmente os animais.

Alguns sintomas nos cachorrinhos exigem cuidados: o latir compulsivo, hiperatividade e destruição de objetos pela casa.

Fonte: Terra

Tocando de Primeira