Quarentena em Pernambuco: Isolamento mais rígido, obrigatoriedade do uso de máscara, veja...

Quarentena em Pernambuco: Isolamento mais rígido, obrigatoriedade do uso de máscara, veja as mudanças

55
Compartilhar

Tocando de Primeira

A quarentena em cinco cidades pernambucanas – Recife, Olinda Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata – começa neste sábado (16) e vai alterar a rotina dos quase 3 milhões de habitantes dos municípios que receberão as novas medidas para o enfrentamento ao novo coronavírus. Essas cidades concentram mais de 70% dos casos registrados da Covid-19 no estado. A partir de amanhã e até o dia 31 deste mês, haverá restrição no trânsito de veículos, incluindo rodízio, e controle na circulação de pessoas com a exigência de documento e comprovante de residência.

O período de isolamento mais rígido exigiu adaptação dos moradores dessas cidades. Para o chefe de cozinha Heleno Júnior, 44, o decreto 49.017, que institui a quarentena, provocou mudanças no pequeno negócio que toca sozinho. “Desde o primeiro decreto, em março, tenho me adaptado a essa nova realidade. Passei a fazer entregas, criei um cardápio de pratos feitos para o almoço e desenvolvi um formato de produto em cestas. Na primeira semana, vendi muito bem, mas, ao longo dos dias, as vendas foram caindo. Com o lockdown, suspendi alguns serviços, como o almoço. Estou mantendo apenas as encomendas dos bolos, das cestas e do café da manhã aos domingos”, disse o proprietário da Confeitaria de Origem, localizada no bairro das Graças, Zona Norte do Recife.

Tocando de Primeira

Já para o vendedor Marcos Carneiro, 54, as novas medidas não trarão tantas mudanças. Ele trabalha em uma empresa do ramo da alimentação que não alterou o funcionamento neste período. Nesta sexta-feira (15), recebeu da empresa a declaração que comprova o vínculo e a necessidade de locomoção. O documento será usado, caso ele seja parado – no percurso de 8 quilômetros que ele percorre entre a casa e o trabalho – em um dos bloqueios que vão fiscalizar a quarentena. “Trabalho de segunda a sexta-feira e, nessa quinta, saiu a decisão de que fomos excluídos do rodízio. Com isso, vou conseguir dirigir até a empresa todos os dias”, afirmou.

Sem atuar profissionalmente desde as primeiras medidas de distanciamento social, o ator, DJ e produtor Rodrigo Porto, 31, concorda com o endurecimento das medidas, mesmo que o setor onde trabalha, do entretenimento, esteja parado. “Essas regras mais rígidas, a partir de sábado, não vão mudar muito a minha rotina porque o meu setor foi um dos primeiro a parar. Estou há quase dois meses em casa e, apesar de os meus rendimentos terem sido afetados, concordo com todas as orientações de isolamento”, pontuou o morador de Olinda. Ele tem ocupado o tempo em casa com aulas virtuais do curso de produção publicitária, já realizou lives pelas redes sociais como DJ e, como ator, está preparando um monólogo a partir de reuniões virtuais com o diretor da peça.

Também de uma das áreas que primeiro pararam nesse período de pandemia, a de eventos, a cerimonialista Karina Pessoa, 30 anos, só tem saído para supermercados e farmácias. Com o rodízio, vai deixar o carro em casa. “No meu bairro, tenho farmácia e supermercado perto. Eu estava usando o carro para levar a minha mãe ao trabalho, mas, com a quarentena, ela vai ficar totalmente em home office, então não vamos mais usá-lo neste período”, contou. Ela também reforçou o estoque de máscaras, já que o uso se tornou obrigatório no estado.


Rodízio

A circulação de veículos será determinada por placas ímpares e pares. Veículos com placas terminadas por números pares podem circular em datas pares e veículos com placas finalizadas com número ímpar circulam em datas ímpares. Haverá a instalação de pontos de controle móveis e intermunicipais para fiscalizar o rodízio.

Exceções
Para os trabalhadores enquadrados nas 38 categorias de serviços essenciais listadas no decreto, a circulação será permitida durante a quarentena, obedecendo aos dias de rodízio. Com exceção para: profissionais de saúde, segurança, bancários, funcionários de supermercados, imprensa, padarias, farmácias, postos de gasolina, empresas de transporte rodoviário e metroviário, além de trabalhadores em vigilância e zeladoria. Esses poderão utilizar veículos próprios sem restrições.

Apreensão
Entrou em vigor a lei estadual 16.881, que autoriza a apreensão e remoção dos veículos cujos condutores não cumpram a determinação de obedecer ao rodízio. O artigo primeiro da lei diz que, “fica autorizado ao Poder Executivo Estadual determinar a apreensão e remoção veicular nas vias públicas, sempre que caracterizada infração aos atos normativos estaduais que estabeleçam restrições à circulação de veículos no estado”.

Circulação

A população só poderá sair de casa para atividades essenciais como ir ao supermercado, padaria, farmácia ou para atendimento médico. É necessário portar documento de identificação e comprovante de residência para trajetos a pé ou em veículo.

Operação

O governo de Pernambuco inicia neste sábado a Operação Quarentena com ações sociais, sanitárias e de fiscalização. As Secretarias estaduais de Saúde, Defesa Social, Prevenção, Desenvolvimento Social, Desenvolvimento Urbano, Planejamento e Infraestrutura estão diretamente envolvidas em atividades nas comunidades dos cinco municípios abrangidos pelo decreto.

Fiscalizações

As ações de fiscalização realizadas pela Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Guardas Municipais terão 34 pontos de bloqueio nos cinco municípios. Já as ações sanitárias e sociais serão realizadas em conjunto com as prefeituras e serão iniciadas neste sábado pela manhã, em Camaragibe (Timbi), São Lourenço da Mata  (Centro) e no Recife (Casa Amarela).

Recife
Serão 16 pontos de fiscalização de trânsito realizada pela Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) e Polícia Militar para fiscalizar o rodízio de veículos. Aproximadamente 330 agentes de trânsito participam da operação. A Guarda Municipal do Recife também fará rondas com viaturas pelas vias da cidade, orientando as pessoas que estiverem descumprindo a quarentena voltar para casa.

Praias e parques

O governador Paulo Câmara assinou nesta sexta um novo decreto vedando o acesso aos parques e praias e também aos calçadões dessas localidades. A medida contida no decreto 49.025 já está em vigor e vale até o dia 31 de maio para todo o estado.

Máscaras
As novas regras incluem a obrigatoriedade do uso de máscaras por todos os pernambucanos. Essa medida vale não apenas para os cinco municípios com restrição de circulação, mas para todo o território estadual.

Fonte: Diario de Pernambuco
Tocando de Primeira