Oposição qualifica de “Absurda e Delirante” a carta de Cristina Kirchner

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

Segundo informações do jornal argentino El Clarin. Os líderes da oposição saíram as ruas defendendo que sejam esclarecidos os fatos, e em homenagem ao falecido promotor de justiça Alberto Nisman, com uma passeata conhecida como “marcha do silêncio”

Alberto Fernández, ex-chefe do Estado Maior nos governos de Nestor e Cristina Kirchner, disse ele em uma conversa na Radio Mitre, que a presidente tem “uma liderança delirante” e que a carta apresentada por Cristina Kirchner, não passa de um “equívoco” e que está distante da realidade dos fatos.

Fernandez também afirmou que “ninguém em sã consciência acreditaria que esses protestos era somente com o intuito de desestabilizar o governo, mais sim por um desejo de remover a presidente nas urnas pelo processo do voto e que o governo é corrupto e que falta com a verdade”.

Enquanto a Argentina segue com um futuro político sombrio, sobretudo a presidente Kirchner com essas graves acusações, e de ser a mandante do crime que envolve o Procurador suspeito de assasinato. Alguns nomes surgem como opção para a corrida presidencial e tentando se enquadrar como opção de unidade nacional.

Massa, de uma forma mais moderada, mas com um tom de Governo, disse que “o país está construído sobre a base da unidade nacional” e não “sob a lógica de dividir para reinar”.

Outro que aparece com um discurso pretencioso é Julio Cobos, que também questionou a carta emitida por parte da presidencia e qualificou como “o raciocínio absurdo”. Pela sua conta no Facebook. E ele lembrou ao chefe de Estado, que “se tivesse essa informação (um golpe) relataria, não através de uma carta, mas no tribunal” e que para fazê-lo “seria uma violação dos deveres de funcionário público, que é um crime”. Enquanto os desentendimentos persistem a população continua em busca da verdade, sobre o que realmente aconteceu no dia em que o procurador Alberto Nisman, foi encontrado sem vida.

Gostou! Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

TOP RELACIONADOS

Você também pode gostar