Funcionários de hospital do DF incineram, por engano, bebê nascido morto

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

NEGLIGÊNCIA

Postado em 01 de abril de 2016

Do Correio Braziliense

Funcionários incineraram, por engano, um bebê nascido morto, junto com o material biológico do Hospital Regional de Planaltina. A falha só foi detectada quando o pai foi ao local buscar o corpo para o enterro. A queima aconteceu em 30 de março e o velório seria no dia seguinte. Consternado e sem a chance de se despedir do filho, o advogado Cleverton Alves dos Santos, 34 anos, e a ex-namorada dele, mãe da criança, pretendem processar o Governo do Distrito Federal.

O caso é investigado pela corregedoria da Secretaria de Saúde e pela 16ª Delegacia de Polícia (Planaltina). Segundo o delegado-chefe da DP, Edson Medina, equipes de investigação enviaram pedidos ofícios ao Hospital Regional de Planaltina pedindo cópias do prontuário médico da paciente. “Também solicitamos a lista dos servidores que tiveram contato com o cadáver da criança. Serão ouvidos os pais para conhecer a trajetória da gravidez até o momento do natimorto para saber se a morte aconteceu fora ou dentro da unidade de saúde”, explicou.

Segundo o investigador, foi instaurado nesta sexta-feira (1/4). “Se, ao fim da apuração dos fatos, for constatada conduta criminosa, a pessoa responsável responderá por eventual crime. Todo o apanhado servirá, caso a família quiser, para um eventual processo de responsabilidade civil do hospital na esfera judicial”, reforçou.

Medina destacou que o inquérito policial, a princípio, está sem tipo penal. “Não sabemos o que aconteceu. Esse é um caso totalmente singular, porque precisamos saber, primeiro, a natureza jurídica do feto”, disse. Cleverton está revoltado. Ele conta que o parto aconteceu em 26 de março. Bernardo, como o bebê se chamaria, era esperado. “O pré-natal foi tranquilo. Tínhamos enxoval e tudo. Ficamos muito tristes com a perda. A mãe está em estado de choque”, lamentou.

Júnior Trindade – Latino News Brasil

Gostou! Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

TOP RELACIONADOS

Você também pode gostar