Em vídeo divulgado, Weintraub pediu prisão de ‘vagabundos’ do STF