Alagoas: o nosso Caribe é logo ali

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

TURISMO

Postado em 08 de novembro de 2015

Do Diário PE

Dono de um litoral de praias de um mar azul verdejante, o Estado tem 130km de águas calmas e rasas

Praia de Ipioca, em Maceió, é um deleite para turistas com suas águas mornas e cristalinas (foto: Flávia Ayer/EM/DA Press)
Praia de Ipioca, em Maceió, é um deleite para turistas com suas águas mornas e cristalinas (foto: Flávia Ayer/EM/DA Press)

Não é preciso ir ao Caribe para ver um mar azul verdejante. Tampouco enfrentar 30 horas de viagem à Austrália para se encantar com corais no fundo do oceano.

Aqui mesmo no Brasil, logo ali em Alagoas, o Atlântico se encarregou de brindar o turista com um mar de tonalidade caribenha, quilômetros de recifes e, pasme, água o ano inteiro. Conhecido como Costa dos Corais, o litoral norte de Alagoas abriga a segunda maior barreira de corais do mundo.

E o que isso significa? São 130 quilômetros de piscinas naturais de águas calmas e rasas onde até quem não sabe nadar pode se encantar com a vida marinha. A costa abrange oito municípios e vai de Paripueira, a 36 quilômetros da capital Maceió, a Maragogi, na divisa com Pernambuco. A parte não muito interessante da história é que, pelo fácil acesso, pode ser que, embora haja limite de pessoas, você tenha que dividir essa piscina marítima com mais gente do que desejasse.

Nas piscinas naturais de Paripueira, a mais de seis quilômetros da orla, é possível andar com a água batendo abaixo da cintura (foto: Flávia Ayer/EM/D.A Press)
Nas piscinas naturais de Paripueira, a mais de seis quilômetros da orla, é possível andar com a água batendo abaixo da cintura (foto: Flávia Ayer/EM/D.A Press)

Águas claras e mornas

Navegar em alto-mar e desvendar o universo debaixo da água pode parecer aventura para profissionais. Não é. Em Alagoas, conhecer a biodiversidade aquática fica ao alcance até de quem não sabe nadar. O litoral norte do estado concentra 130 quilômetros de piscinas naturais de águas calmas, mornas e de azul-esverdeado cristalino. Paripueira e Maragogi, respectivamente, a 36 quilômetros e a 130 quilômetros da capital, Maceió, são os destinos mais procurados, parte da Área de Proteção Ambiental (APA) Costa dos Corais, maior unidade de conservação marinha do Brasil.

Maragogi é o segundo lugar mais visitado de Alagoas, atrás apenas da capital. As piscinas naturais em alto-mar são o principal chamariz. Elas se formam em decorrência das barreiras de corais, que dificultam a entrada da água na maré baixa. Resultado: lá longe, no oceano, a mais de seis quilômetros da orla, é possível andar com água batendo na cintura.

Salinas do Maragogi é o mais famoso resort da região. O complexo tem 236 apartamentos em sete blocos (foto: Flávia Ayer/EM/D.A PRESS)
Salinas do Maragogi é o mais famoso resort da região. O complexo tem 236 apartamentos em sete blocos (foto: Flávia Ayer/EM/D.A PRESS)

Resorts

Além das piscinas naturais de tom azul- esverdeado, Maragogi é destino procurado por quem quer sair de casa, comer e beber à vontade já sabendo quanto a conta vai ficar. A cidade no litoral norte de Alagoas concentra uma série de resorts all inclusive. Os hotéis oferecem 24 horas de comida e bebida à vontade e se inspiram no funcionamento de cruzeiros marítimos, mas instalados em terra firme. Ao fim da hospedagem, a conclusão é de que um dia é pouco para experimentar tudo o que é oferecido e que, para encarar esse esquema, não vale reclamar dos quilos a mais na volta das férias.

Júnior Trindade – Latino News Brasil

Gostou! Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

TOP RELACIONADOS

Você também pode gostar