Incêndio continua devastando grande área no sul da Califórnia

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

MUNDO

G1

Equipes do Corpo de Bombeiros conseguiram controlar nas últimas horas 22% do perímetro do incêndio que pelo terceiro dia consecutivo atinge uma área montanhosa do condado de San Bernardino, no sul da Califórnia, a 115 km de Los Angeles, nos Estados Unidos.

Os relatórios oferecidos nesta quinta-feira (18) pelas autoridades indicam que o fogo, cujo foco se situa em Puerto de Cajón, destruiu até o momento mais de 14.550 hectares.

“O fogo está arrasando carvalhos, arbustos e grama alta e tem sido impulsionado pelo vento, baixa umidade e terreno”, relataram os serviços de emergência em comunicado divulgado pelo chefe de informação do Departamento de Florestas e Proteção contra Incêndios da Califórnia, Daniel Berlant.

O incêndio começou na última terça (16) e se espalhou de forma explosiva durante as primeiras 24 horas, quando queimaram mais de 10.000 hectares, e desde então tem crescido lentamente.

Cerca de 1.600 membros de diferentes equipes dos serviços de emergência estão trabalhando para extinguir o fogo, contando com a assistência de 17 helicópteros.

A situação nas últimas horas na área afetada permitiu a reabertura de algumas rotas de transporte. Assim, o tráfego voltou a circular em ambos sentidos pela estrada interestatal 15, um dos eixos viários mais importantes da região e que conecta o sul da Califórnia com Nevada.

A violência do fogo impediu que as autoridades possam fornecer uma avaliação detalhada dos edifícios que foram destruídos pelo fogo e tem dificultado o trabalho de medição da área devastada.

No entanto, as imagens da mídia local mostraram vários prédios carbonizados e grandes danos nas estruturas elétricas.

O chefe do Departamento de Incêndios de San Bernardino, Mark Hartwig, sobrevoou a área e descreveu a cena como “devastadora”. “Foi tudo muito rápido. Passamos de ‘você ouviu falar que está acontecendo um incêndio?’ para uma ‘saída obrigatória’ antes que a gente pudesse assimilar”, disse Darren Dalton, que teve que abandonar, ao lado de sua mulher e filho, sua casa em Wrightwood.

Ele afirmou que a pequena comunidade onde vivem agora parece “uma cidade fantasma”.

Outros moradores, no entanto, decidiram ignorar os avisos das autoridades e permaneceram em seus imóveis. “Fiquei porque existe uma chance de conseguir fazer algo para poder salvar minha casa”, disse Joe Knowlton, ao jornal “Los Angeles Times”.

O “Blue Cut Fire” prolonga uma série muito preocupante de incêndios que este ano na Califórnia atingiram centenas de edifícios e culminaram com a morte de oito pessoas.

Neto Lira – Latino News Brasil

Gostou! Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

TOP RELACIONADOS

Você também pode gostar