Trump reconhece pela primeira vez que Casa Branca pode mudar de mãos