O comediante americano Bill Cosby tem mandado de prisão emitido por abuso sexual

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

BillCosbySpotlight1

O comediante americano Bill Cosby, de 78 anos, foi oficialmente acusado nesta quarta-feira (30) por abusar sexualmente de uma mulher doze anos atrás, em uma decisão da promotoria do condado de Montgomery (EUA). Um mandado de prisão também foi emitido contra o ator, de acordo com a agência Associated Press e a revista “People”.

A acusação refere-se ao caso de Andrea Constand, que acusou Cosby de drogá-la e colocar as mãos por baixo da calça dela em sua mansão, em janeiro de 2004. Ela estava “congelada, paralisada, impossibilitada de se mover”, disse o promotor Kevin Steele ao anunciar as acusações, poucos dias antes de o crime prescrever – no estado norte-americano da Pensilvânia, crimes sexuais podem ser denunciados em até 12 anos após sua ocorrência.

Se condenado, Cosby pode pegar de cinco a dez anos de prisão e ter de pagar uma multa de US$ 25 mil.

Atualmente com 42 anos, Constand trabalha como massoterapeuta em Ontario, no Canadá. Na época, ela era funcionária da Universidade de Temple. Cosby disse que o ocorrido entre os dois foi consensual, mas a ela afirmou em juízo que estava em um relacionamento com uma mulher na época do abuso.

Advogada de Constand, Dolores Troiani comemorou a decisão ao falar com a “People”. “Nós apreciamos a confiança depositada nela. Temos que ver o que irá acontecer. Esperamos que a justiça seja feita. Iremos cooperar totalmente [com as investigações]”.

O caso de Constand foi reaberto no meio do ano pela promotora Risa Vetri Ferman, que enviou investigadores ao Canadá para entrevistá-la. Constand havia denunciado o crime às autoridades na época do ocorrido, mas o promotor responsável optou por não acusar Cosby.

Outras Acusações

Mais de 50 mulheres acusam Cosby de abuso sexual. Uma delas é a atriz Lili Bernard, que atuou no “The Cosby Show”. Ela alega que foi drogada, estuprada e ameaçada enquanto se preparava para atuar no programa. O ator nega todas as acusações.

Em meio às acusações, a carreira artística de Cosby sofreu alguns revezes. A Netflix adiou um especial com o comediante cujo lançamento era para acontecer no ano passado. Já a NBC engavetou o projeto de uma série que estava desenvolvendo para o ator protagonizar.

No início de dezembro, o ator abriu processo contra sete das mulheres, acusando-as de difamação e dizendo que ela são “malvadas, oportunistas, falsas e difamatórias”.

Fonte: ( Associated Press / revista “People”. )

Gostou! Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

TOP RELACIONADOS

Você também pode gostar