Jornalistas Turcos são presos por revelarem entrega de armas aos jihadistas Sírios

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

 

CU1DxuSWwAEeWCM

Nova York – Jornalistas turcos são presos por noticiar entrega de armas na Síria, Can Dündar e Erdem Gül foram acusados de espionagem. Armas do regime turco foram entregues a sírios que combatem Al-Assad.

Dois diretores do jornal de oposição turco “Cumhuriyet” foram denunciados e detidos nesta quinta-feira (26) à noite por uma corte criminal de Istambul por divulgarem a entrega de armas do regime turco a islamitas na Síria – relatou a imprensa local.

O editor-chefe, Can Dündar, e o diretor de redação em Ancara, Erdem Gül, são acusados de “espionagem” e de “divulgação de segredos de Estado” por terem publicado, em maio passado, uma matéria sobre possíveis entregas de armas por parte do Serviço Secreto turco, o MIT, a extremistas na Síria.

https://youtu.be/WgVrU7pmeMo

Um comboio de caminhões dos serviços de inteligência foi interceptado por gendarmes turcos no sul do país em janeiro de 2014. A revelação desta entrega de armas, segundo o Cumhuriyet, escondida sob caixas de medicamentos, provocou na ocasião um terremoto político na Turquia.

O presidente islâmico-conservador turco, Recep Tayyip Erdogan, que nega categoricamente apoiar militarmente os movimentos extremistas que combatem o regime do presidente Bashar Al-Assad, apresentou pessoalmente um processo contra Dündar, de 54 anos, e prometeu publicamente durante uma entrevista à televisão local que “não sairá salvo (…) pagará um preço muito alto”.

Dündar recebeu na semana passada em Estrasburgo, França, o prêmio para a liberdade de imprensa do RSF (Repórteres Sem Fronteiras) e a rede francesa TV5 Monde.

Amadeu Maya Latino News Brasil

Gostou! Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

TOP RELACIONADOS

Você também pode gostar