FBI não recomenda que Hillary Clinton seja acusada por uso de e-mails privados

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

O diretor do FBI, James Comey, anunciou nesta terça-feira (5) que não recomenda apresentar acusações contra a pré-candidata democrata à Casa Branca Hillary Clinton embora tenha afirmado que ela foi “extremamente descuidada” no uso de seus e-mails pessoais em correspondências oficiais durante o período em que foi secretária de Estado.

hillary-1

“Embora existam evidências de potencial violação dos estatutos que regem o uso de informação classificada, nossa opinião é que nenhum procurador razoável apresentaria acusações neste caso”, disse Comey. Ele disse ainda que o FBI comunicará ao Departamento de Justiça “nossa visão de que não há acusações adequadas para este caso”.

Em uma declaração à imprensa que não permitiu perguntas, Comey disse que Hillary utilizou vários servidores privados para seus e-mails, que muitas de suas comunicações incluíam informação secreta e que é possível que “atores hostis” tenham tido acesso a eles.

Os questionamentos sobre o uso que Hillary fez de uma conta privada e de um servidor doméstico durante o tempo em que ocupou o posto mais alto da diplomacia americana despertaram preocupações no eleitorado de que ela não seria digna de confiança, segundo  a France Presse.

Hillary, que pretende se tornar a primeira comandante-em-chefe do país, desculpou-se por ter usado exclusivamente uma conta pessoal de e-mail e seu próprio servidor durante o tempo em que foi secretária de Estado, entre 2009 e 2013.

Seus adversários argumentam que sua atitude violou regras sobre a proteção de documentos sigilosos de eventuais ciberataques e pode equivaler a um crime.

O uso de e-mails pessoais em correspondências oficiais veio à tona em 2015, durante investigações conduzidas pelo Congresso, controlado pelo Partido Republicano, sobre a forma como Hillary lidou com um ataque de militantes à missão americana em Benghazi, na Líbia.

Da France Presse

Amadeu Maya

Gostou! Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

TOP RELACIONADOS

Você também pode gostar