Banco do Brasil tem lucro ajustado de R$ 4,4 bilhões no 2º...

Banco do Brasil tem lucro ajustado de R$ 4,4 bilhões no 2º trimestre de 2019

70
Compartilhar

Tocando de Primeira

O Banco do Brasil teve lucro líquido ajustado de R$ 4,4 bilhões no 2º trimestre de 2019, alta de 36,8% em relação ao mesmo período do ano passado. O balanço foi divulgado nesta 5ª feira (8.ago).

Já o lucro líquido contábil, que não exclui itens extraordinários como gastos extras, foi de R$ 4,2 bilhões.

Tocando de Primeira

Neste trimestre, o Retorno sobre o Patrimônio Líquido foi de 17,6%. No 2º trimestre de 2018, a porcentagem era de 13,2%. Eis a íntegra do balanço.

Além disso, foi distribuído o valor de R$ 1,7 bilhão em forma de juros do JCP (capital próprio) neste trimestre, 1 crescimento de 78,2%. As altas devem-se ao aumento do crédito para pessoas físicas e para micro, pequenas e médias empresas. Além disso, o BB destacou a especialização do atendimento e avanço na estratégia digital.

Em comparação com junho de 2018, a carteira de crédito ampliada caiu 0,4%, totalizando R$ 686,6 bilhões. Já a carteira Pessoa Física ampliada cresceu 7,8%, o equivalente a R$ 14,7 bilhões. Esse aumento é devido ao desempenho positivo do crédito consignado (R$ 6 bilhões), empréstimo pessoal (R$ 4,8 bilhões) e financiamento imobiliário (R$ 2,5 bilhões).

A carteira de crédito classificada como Pessoa Jurídica, por sua vez, teve uma queda de 7,8% em relação ao mesmo período. A principal redução ocorreu com grandes empresas (R$ 17 bilhões).

O crédito rural teve desempenho positivo de 0,7% sobre junho do ano passado, um crescimento de R$ 1,1 bilhão –com destaque para 3 carteiras: FCO Rural, R$2,6 bilhões; Investimento Agropecuário, R$ 2,5 bilhões; e Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), R$231 milhões.

Também houve aumento no valor desembolsado pelo Banco do Brasil no Plano Safra 2018/2019: R$ 82,3 bilhões, crescimento de 2,4% em relação ao plano anterior.

Fonte: Poder 360

Tocando de Primeira