Pessoa como ” Pessoa “

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

12212450_1153112028036902_595209009_n

É tão triste quando olhamos a vida e enxergamos tudo tão substituível, sem importância, onde nós nos deixamos ser insignificantes , facilmente postos de lado, jogados num canto, como um objeto velho que já não tem serventia alguma… Pois é, o mundo anda assim, capitalista, onde se vale o quanto se tem, egocentrista, onde só o que é bom pra mim é realmente bom, consumista, só estarei bem se tiver sempre mais , tão tecnológico e rápido que tudo anda se tornando passageiro… Sinto saudades do tempo onde o que mais importava era a sua palavra, mas hoje em dia é tão difícil acreditar no que os outros dizem e as vezes duvidamos até do que dizemos, parece que há uma “insanidade coletiva”… Existir de verdade é tão complexo, é como ser uma pequenina estrela em meio ao universo, passamos despercebidos nas constelações das mentes apressadas, sempre em constantes buscas por algo que as preencham por dentro, fazendo o caminho inverso ” de fora para dentro” quando deviam reflorestar-se ” de dentro para fora” e assim caminhar seguros, sem nos perdermos de nós mesmos… Mas, quem quer caminhar para dentro de si, num mundo onde a maioria quer correr para longe? É um desafio se auto-conhecer , chega a ser “insano” no século XXI, onde todos buscam conhecimentos em escalas universais, grandes projetos para mudar o rumo da humanidade, quando a humanidade deve primeiramente aprender a ser “humana”… Pessoa valorizando pessoa , como “pessoa” e não “coisa”, enxergando “pessoa” como “pessoa” e não como “objeto” … Eu só desejo um mundo onde eu possa visualizar a alegria de acreditar que eu posso crê no bem das palavras e atitudes do outro para mim e mais ainda na minha palavra e atitude benéfica para com o outro… Será que eu estou sonhando muito alto ?

Maria Rocha

Gostou! Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram

TOP RELACIONADOS

Você também pode gostar