Paraty e Ilha Grande recebem título de Patrimônio Mundial da Unesco

Paraty e Ilha Grande recebem título de Patrimônio Mundial da Unesco

55
Compartilhar

Tocando de Primeira

Paraty e Ilha Grande, no litoral da Costa Verde, foram reconhecidas nesta sexta-feira (5), como Patrimônio Mundial. Essa é a primeira vez que o Brasil tem um sítio misto reconhecido por sua cultura e natureza.

A decisão foi tomada pelo Comitê do Patrimônio Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco), durante reunião em Baku, no Azerbaijão. Atualmente, são 22 bens brasileiros na lista de sítios de excepcional valor universal.

Tocando de Primeira

Com cerca de 85% da cobertura vegetal nativa bem conservada, a área do sítio misto forma o segundo maior remanescente florestal do bioma Mata Atlântica. Além da sua extensão, as diferentes fisionomias vegetais permitem a ocorrência de uma fauna e flora incomparáveis, com diversas espécies raras e endêmicas.

Com um importante acervo arquitetônico e ricas paisagens com belezas naturais, a cidade concorre pela terceira vez. O centro histórico se cerca de quatro áreas de conservação ambiental que abrangem o Parque Nacional da Serra da Bocaina, o Parque Estadual da Ilha Grande, a Reserva Biológica Estadual da Praia do Sul e a Área de Proteção Ambiental de Cairuçu, um território de quase 149 mil hectares.

Na Baía da Ilha Grande, em Angra dos Reis, são mais de 187 ilhas. A área abriga um sistema de comunidades tradicionais que misturam cultura e biodiversidade.

Com cerca de 85% da cobertura vegetal nativa bem conservada, a área do sítio misto forma o segundo maior remanescente florestal do bioma Mata Atlântica. Além da sua extensão, as diferentes fisionomias vegetais permitem a ocorrência de uma fauna e flora incomparáveis, com diversas espécies raras e endêmicas.

Com um importante acervo arquitetônico e ricas paisagens com belezas naturais, a cidade concorre pela terceira vez. O centro histórico se cerca de quatro áreas de conservação ambiental que abrangem o Parque Nacional da Serra da Bocaina, o Parque Estadual da Ilha Grande, a Reserva Biológica Estadual da Praia do Sul e a Área de Proteção Ambiental de Cairuçu, um território de quase 149 mil hectares.

Na Baía da Ilha Grande, em Angra dos Reis, são mais de 187 ilhas. A área abriga um sistema de comunidades tradicionais que misturam cultura e biodiversidade.

Fonte: G1

Tocando de Primeira