Tévez é apresentado e diz: ‘Hora de ganhar a sétima Libertadores’

Tévez é apresentado e diz: ‘Hora de ganhar a sétima Libertadores’

36
Compartilhar

Aos 33 anos, ele ainda deixou aberta a possibilidade de se aposentar no clube argentino em sua terceira passagem

Carlitos Tévez começou, enfim, sua terceira passagem pelo Boca Juniors nesta terça-feira, quando foi apresentado pela equipe ao lado de Emmanuel Mas, outro reforço para a temporada. Perto de completar 34 anos, ele admitiu, em entrevista coletiva, que este pode ser um de seus últimos anos como jogador de futebol.

– Já não me falta tanto tempo no futebol e tenho que aproveitar. Vai além de se alguém foi ou se voltou, o importante é agora. Quero aproveitar esses dois anos que firmei com o Boca, que é o que me falta no futebol. Se disse que nunca fui é porque o meu coração sempre esteve aqui. As pessoas me tratam como antes. Sinto esse amor e esse carinho – disse.

– Volto porque quero ganhar a Libertadores. Passaram muitos anos da última e é momento de tirarmos esse peso e ganhar a sétima – comentou o jogador, campeão da competição em 2003. O último título do Boca foi em 2007.

Tévez deixou o Boca há um ano e foi para o Shangai Shenhua, onde teve quatro gols marcados em 16 partidas disputadas. No time chinês teve o papel de coadjuvante e amargou o banco de reservas algumas vezes. Além disso, criticou o nível do futebol local e foi repreendido pelo porta-voz de seu clube.

– Não me arrependo de nada. Quando tomei a decisão (de sair), fui sabendo das consequências. Hoje o clube é totalmente diferente, você só se preocupa em jogar. O clube mudou muito e eu realmente quero estar aqui – comentou Tévez.

Por fim, ele ainda  falou sobre a possibilidade de ser convocado para a Copa do Mundo deste ano, na Rússia.

– Estar de novo no Mundial seria muito lindo, consagrador.