Em Pernambuco prefeitos frequentam o palácio em busca de apoio do governo

Em Pernambuco prefeitos frequentam o palácio em busca de apoio do governo

373
Compartilhar

PernambucoO governador Paulo Câmara (PSB) abriu espaço na sua agenda para atender prefeitos que, nos últimos dias, têm feito uma verdadeira romaria ao Palácio do Campo das Princesas. A maioria levando debaixo do braço uma pauta recheada de reivindicações, na esperança de receber do governador uma palavra mais “animadora” num momento em que os municípios enfrentam sérios problemas financeiros. Nas reuniões, Paulo tem recebido aliados e adversários políticos. “Eles têm pedido a audiência e tenho atendido a todos”, comentou o socialista.

Nesta sexta, um dia depois de conversar com o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes (PSDB), o governador abriu espaço para o prefeito de Petrolina, Julio Lóssio (PMDB). “Nunca tinha falado com ele. A reunião foi boa para quebrar o gelo”, destacou Câmara. Segundo ele, Lóssio, que na eleição de 2014 apoiou o ex-candidato do PTB, Armando Monteiro Neto, disse que está aberto ao diálogo. “Na verdade, todos eles estão dispostos a ajudar Pernambuco, mas sem fazer qualquer vinculação com 2016. Isso seria precipitado”, ponderou o governador.

Julio Lóssio, por sua vez, revelou ter apresentado a Paulo Câmara alguns pontos, a exemplo de um debate com o governo sobre a questão tributária no município, além de temas como educação infantil e mobilidade urbana. “Foi uma conversa ampla. Depois iremos discutir mais especificamente com os secretários de cada área”, contou o peemedebista.

Sobre política, o prefeito também foi cauteloso. “Nós, gestores, temos a obrigação de buscar o entendimento, no campo local e federal. A eleição acabou e temos que ajudar o estado. Agora, no próximo ano, teremos uma campanha para prefeito. Aí nós vamos ver como o PSB vai se comportar. E nós vamos seguir nosso caminho”, ressaltou.

O governador, quando questionado se o estado teria caixa para atender às demandas dos prefeitos em razão das dificuldades financeiras por conta da escassez de recursos, afirmou que alguns dos projetos apresentados já estão em andamento nos municípios. “Vamos analisar as demais reivindicações e depois dar uma resposta”, argumentou.

Além de Elias Gomes e Julio Lóssio, já estiveram no palácio os prefeitos do Recife, Geraldo Julio (PSB), de Olinda, Renildo Calheiros (PCdoB), de Camaragibe, Jorge Alexandre (PSDB), e de Arcoverde, Madalena Brito (PTB).

Deixe um comentário

dois + 6 =