Cão achado em caçamba de lixo ajuda nas buscas em Brumadinho

Cão achado em caçamba de lixo ajuda nas buscas em Brumadinho

85
Compartilhar

Tocando de Primeira

Há dois anos, um pequeno vira-lata preto foi encontrado em uma caçamba de lixo em São Paulo e adotado. Rapidamente, os donos perceberam que ele tinha um bom faro, começaram a treiná-lo e deram um nome que diz muito sobre seu talento farejador: Resgate.

Nos últimos dias, Resgate recebeu uma missão: ajudar nas buscas por corpos e sobreviventes em Brumadinho, na Grande Belo Horizonte.

Tocando de Primeira

O cachorro atua junto com o grupo de voluntário Resgate Sem Fronteiras, da qual faz parte seu tutor, Benedito Rodrigues Correa. Na quarta-feira (30), o cachorro ajudou até o Corpo de Bombeiros nas operações.

“Nós demos uma força aqui para os bombeiros, e ele colocou dois pontos para os bombeiros fazerem a retirada de entulho, onde poderia haver corpos”, contou Benedito, em entrevista à GloboNews nesta quinta-feira (31).

O dono, que ajudou também nos trabalhos no desastre de Mariana, há três anos, conta que o faro de Resgate ainda não está no máximo de sua capacidade: “80%”, diz ele. O treinamento tem ajuda de um policial amigo.

“Tem um policial colega nosso, ele é que treina ele na realidade, eu também faço o treinamento passado por ele (…) para achar corpos”, explica.

Além de Resgate e outros voluntários, que auxiliam em alguns pontos fora da “zona quente”, que apresenta maior risco, há 21 cães atuando junto com o Corpo de Bombeiros nos trabalhos de busca.

Segundo o Corpo de Bombeiros, os cachorros são “monitorados frequentemente” devido aos riscos para a saúde.

Os animais que são resgatados na lama também recebem tratamento veterinário.

Fonte: G1

Tocando de Primeira