Estofado de carro desvia bala e salva turista

Estofado de carro desvia bala e salva turista

42
Compartilhar

Tocando de Primeira

Um estofado de um carro salvou a vida de uma turista durante uma tentativa de assalto em Guarujá, no litoral de São Paulo. A estrutura desviou um projétil disparado por criminosos na direção da cabeça da mulher que estava acompanhada pelo marido. Os dois estavam procurando um local para se hospedar na cidade. As informações foram confirmadas por uma das vítimas ao G1 na tarde desta terça-feira (8).

Projétil saiu pelo para-brisa — Foto: Arquivo pessoal

Tocando de Primeira

O crime ocorreu na avenida da Saudade, por volta da 1h30. “Fomos até um hotel e eles só tinham vaga para solteiro. Nos indicaram outro. Chegando lá, havia uma plaquinha na porta dizendo que estava fechada. Voltamos e entramos no carro. Nesse momento, virou uma moto e veio na nossa direção”, disse a estudante, de 22 anos, que prefere não se identificar.

Ela relatou que o veículo estava andando rápido e foi diminuindo a velocidade, até parar ao lado deles. “Meu marido estava olhando o celular buscando alguma vaga. Na hora que eles pararam, bati no braço dele. Nisso, meu esposo arrancou com o carro”. A vítima conta que poucos minutos antes perguntou ao companheiro porque havia deixado o carro ligado. “Ele falou que era por precaução, que estávamos em uma cidade que não conhecemos”, diz.

Ao ver que as vítimas iam fugir do assalto, um dos suspeitos desceu da moto e apontou a arma para a cabeça da jovem, atirando em seguida. “A bala acertou o vidro traseiro, passou pelo encosto da cabeça do meu assento, por cima do banco do meu marido, cortou o volante e saiu no para-brisa”, relata. O casal conseguiu deixar o local ileso e seguiu até um bar. “Paramos em um lugar movimentado, chamamos a polícia, esperamos eles irem até nós, mas não foram”, reclama.

Em seguida, o casal recebeu ajuda de pessoas que estavam no estabelecimento e foram até a Delegacia Sede, onde o caso foi registrado. “Depois disso, decidimos que não íamos passar mais o fim de semana ali. Foi até uma promessa que nós fizemos. Ali a gente não volta mais. A bala atravessou o carro de esguio, ou seja, era para matar eu e meu esposo”, lamenta.

A polícia segue investigando o caso. Até o momento, porém, ninguém foi preso. O projétil disparado contra o carro dos turistas também não foi encontrado.

Fonte: G1

Tocando de Primeira