Copacabana terá 14 minutos de fogos, Gil, Ludmilla e hotéis lotados

Copacabana terá 14 minutos de fogos, Gil, Ludmilla e hotéis lotados

27
Compartilhar

Com a chegada dos turistas, a prefeitura estima que o Réveillon movimente cerca de R$ 2,5 bilhões na economia local

Copacabana terá 14 minutos de fogos, Gil, Ludmilla e hotéis lotados

A festa do Réveillon de Copacabana terá uma queima de fogos de 14 minutos. Os destaques musicais serão os shows de Gilberto Gil e da funkeira Ludmilla.

Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis e o Sindicato das Empresas de Hotelaria e Estabelecimentos de Hospedagem, a taxa média de ocupação dos hotéis da cidade chegou na quinta-feira (27) a 90%, contra 72% no mesmo período do ano passado. O índice deverá crescer até segunda (31).

Com a chegada dos turistas, a prefeitura estima que o Réveillon movimente cerca de R$ 2,5 bilhões na economia local. O orçamento da festa, que conta com comemorações em outros oito bairros, é de cerca de R$ 20 milhões. Parte da conta será paga com patrocínios privados.  

Além da multidão nas areias, sete navios turísticos ficarão posicionados no mar em frente à praia de Copacabana durante a queima de fogos.

Dez balsas vão lançar 16,9 toneladas de fogos do show pirotécnico. Uma cascata formada por bombas douradas e brancas, que se acenderão lentamente no céu, será uma das atrações.

Diretor da empresa que comanda o espetáculo de fogos, Marcelo Kokote promete que as novas bombas reduzirão a fumaça no céu. O palco dos shows ficará em frente ao Hotel Copacabana Palace. Os organizadores recomendam a chegada ao bairro de metrô.

O cartão de ida e volta é vendido por R$ 8,60. Já os cartões somente de ida ou de volta custam R$ 4,30, o mesmo valor da tarifa. Cada cliente tem o limite de compra de até dez cartões. Serão vendidas cinco faixas de horário (entre 19h e 0h).

O acesso ao bairro será restringido gradativamente até o fechamento total do bairro, às 22h.

Desde o início da manhã do dia 31, a orla de Copacabana estará fechada para carros. Pela primeira vez, a prefeitura também decidiu interditar a avenida da orla de Ipanema e do Leblon. Os táxis vão entrar em Copacabana até as 22h do dia 31, quando o trânsito será completamente fechado.

A prefeitura reforçou o efetivo da Guarda Municipal, que será 67% maior. Serão 1.774 guardas, com 616 envolvidos só com a parte de trânsito. A Polícia do Rio vai usar 1.941 militares em Copacabana. No total, 15.886 militares vão trabalhar no Réveillon em todo o estado, 25 % a mais que no ano anterior. SHOWS EM

COPACABANA – DAS 19H AS 4H

– Marco Vivian

– Banda de Ipanema

– DJs Cat Dealers

– Baby do Brasil

– Gilberto Gil

– Queima de fogos

– Ludmilla

– DJ Dakid

– Beija-Flor de Nilopolis

– DJ – encerramento

Com informações do Noticias ao minuto.