Brasileiros que tentavam tirar visto americano, são vítimas de golpe em Porto...

Brasileiros que tentavam tirar visto americano, são vítimas de golpe em Porto Alegre

129
Compartilhar

NOVA YORK – Pelo menos 19 pessoas que tentavam tirar o visto para os Estados Unidos foram vítimas de um golpe em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. De acordo com o delegado Marco Antônio de Souza, da Polícia Civil gaúcha, as investigações começaram em outubro de 2017, depois que o Consulado dos Estados Unidos na cidade procurou a polícia para relatar problemas com alguns agendamentos. O órgão começou a realizar os procedimentos de visto em junho do ano passado.

“O Consulado informou que muitas pessoas estavam entrando em contato com eles alegando que tinham agendado entrevistas para o visto, mas que seus nomes não constavam no sistema do órgão. Começamos a acompanhar e descobrimos que todas as pessoas que tinham reclamado estavam contratando a mesma empresa.” Segundo Souza, as vítimas tinham realizado pagamentos antecipados a uma agência de Porto Alegre. O dono da empresa era responsável por agendar as entrevistas e pagar as taxas do Consulado.

O problema é que isso não acontecia. “A empresa pegava o dinheiro dos vistos mais o da prestação de serviços e simulava ter feito o encaminhamento no site do Consulado“, explica o delegado. Quando as vítimas perguntavam sobre a data da entrevista, o dono da agência “ficava trocando as datas, dizia que o sistema estava fora do ar, que o Consulado não estava fazendo entrevistas naquele semestre, enfim. Ficava enrolando”, conta.

Cada vez que alguém procurava a empresa para intermediar o visto americano, precisava pagar pelo serviço de forma adiantada. De acordo com Souza, os preços variavam. Para vistos familiares eles cobravam entre R$ 2,5 e R$ 4 mil. Somadas, as vítimas renderam pelo menos R$ 22 mil à agência. E esses valores podem ser ainda maiores. “Temos 19 vítimas confirmadas, mas esse número vai aumentar depois de cumprir os mandados. Mais gente já está entrando em contato, também. Esperamos duplicar esse número [de vítimas].”

As investigações revelaram que a agência em questão estava no mercado há pelo menos 20 anos. Por isso, a polícia ainda não sabe determinar há quanto tempo esses golpes eram aplicados. Até o momento os nomes da agência e do responsável por ela ainda não foram divulgados. O suspeito encontra-se foragido. “A gente já o ouviu há alguns meses. Agora estamos finalizando os primeiros casos porque essa investigação vai contar com vários inquéritos. O próximo passo é o fechamento desses primeiros inquéritos com o indiciamento do suspeito”, detalha Souza.

COMO EVITAR

Para evitar cair em golpes como esse, o delegado responsável pela investigação do caso aconselha que as pessoas “sempre entrem em contato com o Consulado, que é o local autorizado a solucionar esse tipo de dúvida. Tentem acompanhar o serviço feito por essas agências junto ao sistema. Se a agência diz que agendou, com certeza teu nome tem que estar no sistema do Consulado.”

O Consulado dos Estados Unidos em Porto Alegre divulgou uma nota sobre o assunto. Leia na íntegra:

“O Consulado dos Estados Unidos em Porto Alegre e a Missão Diplomática dos Estados Unidos no Brasil agradecem à Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul pelo empenho dedicado à investigação de uma suposta fraude no agendamento de vistos e a assistência prestada a solicitantes de vistos vítimas do esquema. A Missão Diplomática dos EUA mantém uma robusta colaboração com as autoridades policiais brasileiras. Autoridades policiais federais e estaduais do Brasil trabalham em permanente parceria com autoridades policiais americanas em inúmeras questões e oportunidades de treinamento. Para detalhes sobre a investigação corrente, o Consulado recomenda contato com a Polícia Civil RS.

O governo dos Estados Unidos está comprometido em garantir a segurança dos cidadãos americanos, assim como dos brasileiros e de qualquer pessoa que viaje aos EUA, e a facilitar viagens de turismo, intercâmbios de educação e comércio por meio de um processo de solicitação de vistos eficiente e transparente. A Missão Diplomática dos EUA lembra aos solicitantes de visto que a Embaixada e os consulados dos Estados Unidos são as únicas fontes de informação autorizadas sobre o processo de solicitação de visto. Solicitantes devem acessar a página da Missão na internet em https://br.usembassy.gov/pt para informações atualizadas“.

Com Brazilian Times