Toyota investe R$ 1 bilhão para produzir novo Corolla no Brasil

Toyota investe R$ 1 bilhão para produzir novo Corolla no Brasil

67
Compartilhar

A Toyota anuncia nesta sexta-feira (28) um investimento de R$ 1 bilhão em sua fábrica em Indaiatuba (SP), dinheiro que será usado para modernizar o complexo e, segundo a marca, torná-lo mais flexível e competitivo. Embora não tenha dado detalhes sobre as consequências desta reforma no processo, tudo indica que será a atualização para que a nova geração do Corolla possa ser fabricada no Brasil, adotando a nova plataforma modular TNGA, a mesma utilizada no híbrido Prius.

“O anúncio da Toyota é mais um exemplo da confiança da empresa no Brasil e nos brasileiros. Com esse investimento de R$ 1 bilhão, nossa fábrica se tornará mais flexível e competitiva com o intuito de atender às expectativas de nossos clientes e sermos mais competitivos em nossas exportações”, diz Steve St. Angelo, CEO da Toyota para América Latina e Caribe.

O complexo em Indaiatuba completa 20 anos e trabalha somente com a produção do Corolla. A Toyota fiz que o montante será utilizado para aprimorar, atualizar e modernizar todos os processos da linha de montagem, em um prazo de até 18 meses (um ano e meio). Além disso, farão atualizações técnicas, melhoria de ergonomia e treinamentos para seus funcionários.

Em sua décima segunda geração, o Toyota Corolla passa a ser montado com a plataforma Toyota New Global Architecture (TNGA), uma base modular que pode ser utilizada em diversos modelos. Dentro do grupo Toyota, ela equipa mais de 12 veículos em suas variações, com tração dianteira ou traseira. O novo Corolla apresentado no exterior usa a versão TNGA-C, também adotada pelo C-HR e pelo Prius.

Esta plataforma terá um papel importante para a Toyota. Para começar, ela já é preparada para receber sistemas híbridos, o que permitirá que a marca lance uma versão híbrida do novo Corolla no Brasil – a marca já testa um Prius com motor flex com este intuito. Além disso, como é modular, pode ser usada para montar mais modelos em Indaiatuba. A fabricante tem planos de lançar um SUV compacto em nosso mercado e, durante o Salão de Tóquio do ano passado, St. Angelo deu indicações de que a marca planeja um modelo inédito ao invés do C-HR, utilizando o Daihatsu DN Trac como inspiração (que é montado com a DNGA, uma versão mais barata da TNGA).

Lançado no exterior, o novo Toyota Corolla está sendo vendido na versão hatchback e teve a versão perua apresentada recentemente – o sedã foi pego camuflado nos EUA e deve surgir em 2019. No Brasil, a versão hatchback foi avistada em testes na região de Campos do Jordão (SP) por nossos amigos do FlatOut!, possivelmente em testes do novo motor 2.0 com injeção direta. Como a Toyota espera terminar o processo de reforma de Indaiatuba em 18 meses e a marca tem a tradição de apresentar o Corolla sempre no mês de março, o sedã só deve estrear no nosso mercado em 2020.

Fonte: Motor 1