Propaganda em sacos de pães, negócio rende cerca de R$ 6 milhões...

Propaganda em sacos de pães, negócio rende cerca de R$ 6 milhões por ano

95
Compartilhar

A primeira experiência de Raphael Mattos, 28, no empreendedorismo não foi das melhores. Junto com um colega, ele abriu uma loja de assistência técnica para iPhone. “Mas um dia nós brigamos e ele disse o seguinte: ou eu saía da sociedade ou ele abriria uma loja concorrente. Eu vendi minha parte por muito pouco e saí do negócio”, conta Mattos.

Mas nem mesmo uma experiência ruim o fez perder a vontade de empreender. Em 2015, enquanto trabalhava em uma multinacional em Recife, Raphael teve uma nova ideia de negócio: fazer propaganda de empresas em saquinhos de pães. “A grande maioria dos brasileiros come pão todos os dias e é um setor que valia investir”.

Na mesma época, a esposa de Mattos estava grávida, o que fez com que ele tivesse ainda mais vontade de fazer o negócio dar certo. “Apesar de ter muita gente contra, eu pedi demissão na multinacional e me dediquei totalmente ao meu objetivo”. Ele chamou os amigos Pedro Machado e Diego Castro e decidiu que faria um teste de sete meses para ver o potencial do negócio, já chamado de PremiaPão. E deu certo.

Em quatro meses, os amigos já tinham empresas interessadas na divulgação e quatro franquias vendidas. O empreendedor afirma que a mídia em saquinhos atraiu muitas empresas pelo custo baixo e pelo número de pessoas alcançadas. “As empresas pagam R$ 500 para 30 mil saquinhos impressos, vale muito a pena”. Em um mesmo saquinho podem ter até 34 marcas.

Para Mattos, um dos pontos positivos do negócio é que todos os envolvidos saem ganhando. “As padarias ganham saquinhos de graça, os consumidores que receberem o saquinho podem concorrer a um prêmio, e as empresas são divulgadas para os clientes”.

Franquias

As franquias são um ponto fundamental do negócio. Segundo Mattos, o formato do empreendimento foi pensado para o modelo.

O investimento para abrir uma franquia é a partir de R$ 8 mil, variando de acordo com a região escolhida e quantos clientes serão atendidos.

Já são mais de 200 franquias espalhadas pelo Brasil, incluindo a primeira unidade criada por Mattos em Recife. Com este modelo, a empresa faturou R$ 6 milhões em 2017 e espera faturar R$ 10 milhões em 2018. Eles esperam ter 360 franquias até o final do ano.

Fonte: PEGN