Armani fecha parte de aeroporto para desfile

Armani fecha parte de aeroporto para desfile

53
Compartilhar

Um portão de embarque foi fechado só para os convidados, que passaram pela área de segurança como qualquer outro passageiro

Armani fecha parte de aeroporto para desfile

trânsito caótico e anormal para uma quinta-feira à noite nos arredores do aeroporto de Linate, em Milão, anunciava uma mudança brusca na rotina do lugar. A grife Emporio Armani, do estilista italiano Giorgio Armani, havia fechado e customizado um hangar inteiro com o nome de sua marca para apresentar uma coisa esportiva de verão 2019.

A noite neste segundo dia da semana de moda de Milão acabou, por volta das 23h (18h de Brasília), com um grande desfile seguido de show ao vivo do britânico Robbie Williams, convidado para animar as mais de 2.000 pessoas que acompanharam a apresentação, mais festa do que desfile.

Como espécie de comemoração luxuosa de seu legado, Armani mostrou ter poder para, por exemplo, colocar um Armani Boarding bem no meio dos letreiros eletrônicos dos voos.

Um portão de embarque foi fechado só para os convidados, que passaram pela área de segurança como qualquer outro passageiro e, depois do raio-x, passaram para a pista por meio de um finger -corredor que dá acesso aos aviões.

Na pista, enquanto os voos do dia ainda decolavam, as pessoas caminharam até o palco gigantesco montado com seis telões de led no teto e no palco.

Após o desfile de parcas, brilho e propostas para a noite da Emporio Armani, Robbie Williams cantou músicas próprias e fez uma homenagem ao cantor George Michael, morto em 2016, cantando o hit “Freedom”.

“Não sou gay, mas por Michael eu seria toda hora”, disse Williams, arrancando risos da plateia.

Fonte: www.noticiasaominuto.com.br