Mimo será realizado entre os dias 17 e 19 de novembro em...

Mimo será realizado entre os dias 17 e 19 de novembro em Olinda

130
Compartilhar

O festival musical Mimo será realizado entre os dias 17 e 19 de novembro na Cidade Alta, em Olinda. Neste mesmo período o evento promoverá sua etapa educativa, com 14 oficinas gratuitas, ministradas por músicos e pesquisadores de diversos países, como França, Inglaterra, Colômbia, Marrocos e Angola. A programação, que inclui workshops práticos e teóricos, será realizada no Centro de Educação Musical de Olinda (CEMO), localizado no bairro de Salgadinho, e no Conservatório Pernambucano de Música, em Santo Amaro.
Um dos destaques é O blues do deserto, história e prática, comandado pelo guitarrista Vieux Farka Touré, representante do blues em Mali. O músico irá abordar aspectos históricos do gênero e sua evolução através das gerações, além de demonstrar seus elementos rítmicos. Indo da África à Europa, a harpista francesa Laura Perrudin lecionará para instrumentistas de nível avançado no Conservatório, ensinando técnicas de improvisação e utilização de novas tecnologias.
O representante da América Latina será a banda colombiana Ondatrópica, liderada pelo maestro Mario Galeano e o produtor britânico Will Holand. Os artistas irão explorar as características da música da Colômbia, demonstrando e analisando ritmos, formas e melodias. O pernambucano Zé Manoel ofertará o workshop Como nascem as canções, unindo música e poesia. Nos dois encontros, serão analisados os processos criativos de algumas canções do artista, além de exercícios para criação coletiva de uma música.
Confira a programação completa:
17 de novembro (sexta-feira)
Centro de Educação Musical de Olinda
8h30 e 14h – 500 canções brasileiras, com Ermelinda Paz
Proposta: Apresentar diferentes abordagens do fazer musical e sua aplicação pedagógica. Atividade dirigida para professores e estudantes de licenciatura de música.
15h – Workshop caminhos criativos para improvisação, com Eduardo Neves
Proposta: O músico abordará seus processos criativos, a aplicação de técnicas de improvisação como ferramenta para a composição e a utilização de novas tecnologias. Aulas destinadas a instrumentistas e compositores de nível avançado.
 
Conservatório Pernambucano de Música
10h O blues do deserto, história e prática, com Vieux Farka Touré
Proposta: Abordar aspectos históricos do gênero desert blues e sua evolução através das gerações, além de demonstrar seus elementos rítmicos.
10h Tecnologia como ferramenta para a composição, com Laura Perrudin França
Proposta: A musicista irá abordar seus processos criativos, a aplicação de técnicas de improvisação como ferramenta para a composição e a utilização de novas tecnologias.  Aulas destinadas a instrumentistas e compositores de nível avançado.
15h Como nascem as canções, com Zé Manoel
Proposta: A atividade será dividida em duas etapas. Na primeira, serão analisados os processos criativos de algumas canções do compositor. Na segunda, serão propostos exercícios para a criação coletiva de uma música. Dirigido a instrumentistas, compositores, cantores, estudantes de música e literatura.
15h Sete cordas: técnica e estilo, com Rogério Caetano
Proposta: Explorar método que aborda o encontro entre a tradição e renovação dentro do universo de linguagens brasileiras como o samba e o choro. Dirigido a instrumentistas e cantores.
 
18 de novembro (sábado)
 
Centro de Educação Musical de Olinda
8h30 500 canções brasileiras, com Ermelinda Paz
Proposta: Apresentar diferentes abordagens do fazer musical e sua aplicação pedagógica. Atividade dirigida para professores e estudantes de licenciatura de música.
10h Manutenção e conservação de instrumentos de sopros, com Sávio Novaes
Proposta: Procedimentos básicos e avançados para uma manutenção e conservação de instrumentos. Dirigido a luthiers, instrumentistas de sopros e público em geral.
15h Vídeo-cenário e o processo criativo do VJ, com VJ Montano
Proposta: Apresentar processos criativos da arte do VJ, explicando o que é video-cenário, video-mapping e performance artística do VJ. Dirigo a interessados em artes visuais, videoarte, vjing e video-cenário
15h Reparo e manutenção de violões, com Ricardo Dias
Proposta: Introduzir os participantes na física do violão, sua construção, manutenção e prevenção. Dirigido a violonistas, luthiers, instrumentistas e público em geral.
Conservatório Pernambucano de Música
10h Cordas africanas: Tradição e elo entre culturas, com Rajery (Madagascar), Ballaké Sissoko (Mali) e Driss El Maloumi (Marrocos)
Proposta: Abordagem etnomusicográfica do trabalho dos três artistas e seus instrumentos de cordas. Dirigido a instrumentistas de cordas, percussionistas, etnomusicólogos e estudantes de música.
15h Improvisação para cordas, com Didier Lockwood França
Proposta: Exercícios de ritmo e técnica de arco. Dirigido a instrumentistas de cordas em qualquer nível e público em geral como ouvintes.
15h Introdução à música tropical colombiana, com Ondatrópia Colômbia
Proposta: Os integrantes da banda irão explorar as características da música da Colômbia, demonstrando e analisando ritmos, formas e melodias.
Fonte: Diário de PE