Marcelo Melo é campeão de Wimbledon nas duplas

Marcelo Melo é campeão de Wimbledon nas duplas

64
Compartilhar

Neste sábado, em uma batalha de 4h40min, o mineiro Marcelo Melo, ao lado do polonês Lukasz Kubot, venceu a dupla formada por Oliver Marach e Mate Pavic por 3 sets a 2, parciais de 5-7, 7-5, 7-6 (2), 3-6 e 13-11, na final do Grand Slam britânico.

Esse é o segundo título de Grand Slam na carreira de Melo, atual número 1 do mundo em duplas, o primeiro em Wimbledon, seu torneio favorito. O outro foi em Roland Garros.

Melo e Kubot encontraram muita dificuldade em dar resposta aos saques da dupla rival, tanto que não tiveram uma chance sequer de quebra. Já Parach e Pavic tiveram apenas uma oportunidade. No 11º games da partida, Kubot não conseguiu ter bom aproveitamente dos primeiros serviços e a dupla acabou quebrada, perdendo a primeira parcial.

O cenário se manteve no segundo set. Desta vez, no entanto, quem não teve nenhum break point foi a dupla de Marach e Pavic, e a quebra na reta final foi a favor de Melo e Kubot, que conseguiram combater o saque dos rivais no 12º game, empatando o jogo.

O terceiro set foi uma espécie de resumo do jogo. As duas duplas não deram uma chance de quebra sequer, e a decisão foi para o tie-break. No desempate, Melo e Kubot foram impecáveis, levaram a parcial, e ficaram a um set de conquistarem o título.

Mas Marach e Pavic não se entregaram. O quarto set foi o completo oposto do que o jogo vinha sendo. Melo teve o serviço quebrado no quarto game, mas a dupla do brasileiro respondeu em seguida, devolvendo a quebra. Contudo, Kubot não conseguiu confirmar seu serviço no game seguinte e o jogo foi para o quinto set.

No quinto set, o saque da dupla Melo e Kubot foi que encaixou, com seis aces, e mais de 80% de aproveitamento do primeiro serviço. Sem quebras, o equilíbrio e a tensão seguiam na quadra central. No 12ª game, Marach encontrou dificuldades em seu serviço, cometeu duas duplas faltas e sempre precisando do segundo serviço quando sacava do lado esquerdo da quadra. Foram quase 10 minutos de game, com três iguais, mas o austríaco conseguiu evitar a quebra que definiria o jogo.

Melo confirmou seu saque e, com Pavic no serviço, ele e Kubot tiveram dois match points. Depois de salvar o primeiro, o croata arrancou um ace para frustrar mais uma vez a dupla adversária e empatar o jogo em 6 a 6.

As duplas seguiram alternando saques até o 11-11, quando a organização, já por conta da falta de luz natural, optou por fechar o teto. A partida recomeçou e durou apenas dois games, até o brasileiro e o polonês saírem campeões de quadra.

Fonte: ESPN