Presidente da França critica políticas de Trump no Congresso dos EUA e...

Presidente da França critica políticas de Trump no Congresso dos EUA e é aplaudido

545
Compartilhar

NOVA YORK – No último dia da visita aos Estados Unidos, o presidente da França, Emmanuel Macron, discursou no Congresso e reforçou a aliança entre os dois países, mas também deixou bem claras, as diferenças com Donald Trump.

Depois dos beijos e abraços de terça-feira (24), nesta quarta-feira (25), o presidente francês criticou Donald Trump. Disse que as chamadas guerras comerciais destroem empregos, elevam o preço e quem paga por isso é a classe média.

O presidente disse que os Estados Unidos não deveriam abandonar o acordo nuclear iraniano, assinado também por França, Alemanha, Reino Unido, China e Rússia.

Mas foi firme com o Irã.

“O Irã não deve ter armas nucleares nem agora nem daqui a cinco anos nem daqui a dez. Nunca”.

O presidente francês também defendeu a volta dos Estados Unidos ao acordo do clima de Paris, assinado em 2015 por quase 200 países.

Macron afirmou que a saída dos americanos do tratado é uma divergência de curto prazo e que, um dia, o país vai voltar a reconhecer o acordo.

“Qual o sentido da vida se a gente trabalhar e vive destruindo o planeta, sacrificando o futuro das nossas crianças?”, perguntou Macron. E completou: “Somos todos cidadãos do mesmo planeta. Sejamos honestos: não existe planeta B”.

Assista parte do discurso de Marcron no Congresso americano em Inglês:

Emmanuel Macron Delivers a Fiery Speech Decrying Trumpism

Emmanuel Macron ripped apart Trump's climate change denial in front of Congress — and he got a standing ovation for it

Posted by NowThis Politics on Wednesday, April 25, 2018