Time do Flamengo se reapresenta com jogadores de preto

Time do Flamengo se reapresenta com jogadores de preto

45
Compartilhar

Os jogadores do Flamengo se reapresentaram na manhã deste sábado, no Ninho do Urubu, mas não foram a campo nem tocaram em bola. Pouco mais de 24 horas após a tragédia, com o elenco ainda muito abalado pelo impacto do incêndio que matou 10 jovens promessas da base rubro-negra, atletas e comissão técnica fizeram orações em homenagens às vítimas. Abel Braga fez um discurso emocionante, que arrancou lágrimas de alguns presentes.

Os jogadores se reapresentaram vestindo camisas pretas em sinal de luto, em iniciativa que partiu dos próprios jogadores. Segundo leitura interna, o grupo vai se fortalecer ainda mais depois do trágico episódio.

Neste domingo, o time folgará, com reapresentação marcada para segunda-feira. A semifinal da Taça Guanabara, diante do Fluminense, foi transferida para quinta-feira, 20h30, no Maracanã.

A principal intenção do treinador na reapresentação do time na manhã deste sábado foi, ao mesmo tempo, passar força a todos, expressar o seu pesar, mas destacou a importância de todos estarem unidos nesse momento.

Na reunião com os jogadores, comissão técnica e funcionários, Abel se emocionou ao recordar o filho João Pedro, que faleceu em 2017. Clima de extrema consternação.

Na chegada ao Ninho, o supervisor Gabriel Skinner, o gerente Paulo Pelaipe, o auxiliar Leomir, seguranças e o técnico Abel demonstravam semblantes extremamente abatidos de uma noite mal dormida.

De atividade física, apenas um treino leve na academia. O principal intuito da comissão técnica foi reunir e conversar com o elenco. Até por respeito às vítimas, ninguém foi a campo.

Fonte: Globo Esporte