O emocionante desabafo de argentino excluído da lista dos 23: “Dói na...

O emocionante desabafo de argentino excluído da lista dos 23: “Dói na alma”

126
Compartilhar

No Instagram, o meio-campista Leandro Paredes desabafou após não ser lembrado por Jorge Sampaoli entre os 23 que vão para a Copa do Mundo

 

Nesta segunda-feira (21 de maio), Jorge Sampaoli divulgou a lista final da Argentina para a Copa do Mundo da Rússia, que começa no próximo dia 14, e o FOX Sports transmite todos os jogos. Fora dos 23 escolhidos na busca pelo tricampeonato, o meio-campista Leandro Paredes se emocionou ao ficar de fora da relação.

Atleta do Zenit, o jogador usou as redes para escrever um texto emocionante e desabafar sobre não ter sido convocado pelo comandante. Segundo ele, a ausência ‘dói na alma’ de um profissional do futebol. Confira abaixo o trecho de Paredes no Instagram:

“O desejo e a ilusão de vestir essa camisa eram muitos. Me dói a alma não ser capaz de fazê-lo. Mas sei que minha família e amigos me darão a força que preciso hoje para não baixar meus braços e continuar trabalhando para poder usá-los mais tarde. Hoje parabenizo e desejo o melhor para os 23 sortudos que estão naquele lugar. Sei que eles vão defender e levar essa camisa ao lugar mais alto”, afirmou Paredes.

Confira a lista completa dos convocados da Argentina para a Copa:

Goleiros: Sergio Romero (Manchester United), Wilfredo Caballero (Chelsea) e Franco Armani (River Plate);

Defensores: Gabriel Mercado (Sevilla), Cristian Ansladi (Torino), Nicolás Otamendi (Manchester City), Eduardo Salvio (Benfica), Federico Fazio (Roma), Marcos Rojo (Manchester United), Nicolás Tagliafico (Ajax) e Marcos Acuña (Sporting);

Meio-campistas: Javier Mascherano (Hebei Fortune), Ángel Di María (Paris Saint-Germain), Ever Banega (Sevilla), Lucas Biglia (Milan), Manuel Lanzini (West Ham), Giovani Lo Celso (Paris Saint-Germain), Maximiliano Meza (Independiente), e Cristian Pavón (Boca Juniors);

Atacantes: Lionel Messi (Barcelona), Sergio Aguero (Manchester City), Gonzalo Higuaín (Juventus) e Paulo Dybala (Juventus).

Via FoxSportsBrasil