Brasil tenta reação, mas perde para a Bélgica e adia mais uma...

Brasil tenta reação, mas perde para a Bélgica e adia mais uma vez o “sonho do Hexa”

34
Compartilhar

Brasil tenta reaço, mas perde para a Bélgica e adia mais uma vez o “sonho do Hexa”

 

Fernandinho marcou contra e De Bruyne ampliou para os belgas, que venceram por 2 a 1 e agora enfrentam a França nas semifinais; Renato Augusto marcou o “gol de honra” brasileiro

 

VIA FOX Sports

Nesta sexta-feira (6 de julho), o Brasil disse adeus à Copa do Mundo da Rússia, adiando mais uma vez o sonho do Hexa. Enfrentando a Bélgica, em Kazan, a Seleção Brasileira perdeu por 2 a 1, com gols marcados por Ferndinho (contra) e De Bruyne e foi eliminada do Mundial. Renato Augusto descontou para o lado brasileiro. Os belgas agora encaram a França nas semifinais.

A Bélgica abriu o placar logo aos 12 minutos da primeira etapa. Após cobrança de escanteio, Kompany saltou e não tocou na bola, que bateu nos braços de Fernandinho e entrou, em gol contra marcado pelo volante brasileiro.

Aos 30 minutos, a Bélgica ampliou. Lukaku ganhou de Fernandinho no campo de defesa e puxou contra-ataque. O atacante tocou para o meia-atacante De Bruyne, que recebeu pela esquerda, na entrada da área, e bateu no canto direito de Alisson, que não chegou na bola.

No segundo tempo, o Brasil voltou com alteração. Tite sacou Willian para a entrada de Roberto Firmino. Logo aos 11 minutos, um lance duvidoso teve vez na Arena Kazan. Após aplicar caneta em defensor belga, Gabriel Jesus foi derrubado por Kompany dentro da área, porém, mesmo com o auxílio do VAR, o árbitro mandou o lance seguir.

Aos 30 minutos, o Brasil até ensaiou reação com Renato Augusto. Após boa bola levantada por Coutinho na área, o meio-campista cabeceou, sem chances para o goleiro Courtois. A Seleção Brasileira imprimiu superioridade até o fim do jogo, mas não conseguiu marcar mais um gol, o que levaria a partida para a prorrogação.

A partida da Bélgica contra a França está marcada para a próxima terça-feira (10), em São Petesburgo.