CBF quer Tite na seleção mesmo após eliminação na Copa

CBF quer Tite na seleção mesmo após eliminação na Copa

160
Compartilhar

Tite continua sendo o técnico da Seleção Brasileira, apesar da derrota para a Bélgica nas quartas de final da Copa do Mundo. Ao desembarcar em Moscou vindos de Kazan já na madrugada de sábado (no horário local), a delegação da CBF confirmou ao Estado que o treinador não perde o seu cargo e que não há nem mesmo a necessidade de uma negociação.

“Não há nem mesmo um debate sobre isso”, afirmou um dos principais dirigentes da cúpula da CBF, na condição de anonimato, ao ser questionado sobre o futuro do comandante.

O presidente da CBF, coronel Antônio Nunes, não escondia sua insatisfação com o resultado e, apressado ao ver a reportagem do Estado, se recusou a falar. Ao ser questionado se Tite continuaria no cargo, apenas murmurou: “Isso é pergunta que se faça?”. Sua recusa foi justificada por um assistente: “Ele está muito triste”.

A cúpula da CBF, porém, insistia em declarar categoricamente ao entrar pelo hotel de Moscou que Tite continuaria. “O técnico da Seleção Brasileira é Tite e nos próximos dias a CBF emitirá um comunicado sobre isso”, apontou a fonte.

Rogério Caboclo, presidente eleito da CBF e que assume o cargo em 2019, permaneceu com a comissão técnica em Kazan e não viajou com o restante do grupo para Moscou.

Outra fonte do alto escalão da CBF também confirmou ao Estado que o plano da entidade é de manter o treinador. Mas indicou que a decisão final terá de vir do próprio Tite. “Ele só não fica se não quiser”, afirmou.

Jogadores do Brasil defendem permanência de Tite

Miranda, um dos melhores jogadores do Brasil no Mundial e que foi duas vezes capitão sob o comando do atual treinador, contra a Costa Rica e diante da Bélgica também quer que Tite continue a frente da Seleção:

“Tem toda uma preparação que foi bem-feita. O professor Tite se mostrou um grande treinador, espero que siga no comando e que seja coroado com um título”, disse o defensor, que atua na Internazionale.

Desde 2016 no Brasil, Tite coleciona 26 partidas, com 20 vitórias, quatro empates, e apenas duas derrotas, com 85% de aproveitamento. Além do revés para a Bélgica, a Seleção Brasileira perdeu para a Argentina por 1 a 0, em amistoso disputado em Melbourne.

Fonte: Terra, com informações Fox Sports