Deputado chama o ICE para prender imgrantes que portestavam em votação de...

Deputado chama o ICE para prender imgrantes que portestavam em votação de lei no Texas nos EUA

1163
Compartilhar

O deputado republicano do Texas, Matt Rinaldi, chamou agentes do U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) em resposta a imigrantes que protestavam contra a votação da lei Senate Bill 4, que proíbe as “cidades-santuário” no estado e permite às autoridades pedir a qualquer detido seu status migratório, em sessão na segunda, 29.

A sessão foi interrompida pelos gritos dos manifestantes. Foto: Julian Aguilar/The Texas Tribune.

O deputado estadual declarou que chamou os agentes de imigração porque “vários manifestantes lotaram a galeria e estavam perturbando a sessão com gritos de ´Eu sou ilegal e vim aqui para ficar´. Chamamos a aplicação da lei tentando incentivá-los a deixar a Câmara. Eles estavam perturbando e violando a lei”, afirmou Rinaldi.

A sessão foi interrompida até que policiais da Câmara tirassem os manifestantes. Não houve relatos de detenções e a manifestação continuou do lado de fora.

Dentro da Câmara, a situação ficou ainda mais tensa com deputados trocando ameaças. Membros do House’s Mexican American Legislative Caucus (Grupo da Assembleia Legislativa Mexico-Americana) alegaram que Rinaldi dizia repetidamente que não se importava porque já havia chamado o ICE.

“Na visão de outras pessoas, como o deputado Rinaldi, o ato mais parecia um grupo de pessoas indocumentadas fazendo algo ilegal e que precisavam ser deportadas. Essas foram algumas das palavras usadas pelo Deputado Rinaldi”, disse o deputado Rafael Anchía (D), presidente do Caucus.

O projeto de lei do Senado foi assinado pelo governador Greg Abbott (R) no início do mês e deve entrar em vigor em setembro e exige que os chefes de polícia e sheriffs – sob a ameaça de prisão e remoção do cargo – cumpram os pedidos federais para manter imigrantes suspeitos de crimes para possível deportação.

O governador Greg Abbott prometeu anunciar ainda esta semana se vai convocar uma sessão especial.

A lei, que segue a retórica anti-imigrante do presidente Donald Trump e ameaça reter o financiamento de cidades-santuário, foi combatida por várias agências policiais e tem sido criticada por minar a confiança na polícia e colocar os hispânicos em risco de brigas raciais.

O Texas tem mais de um milhão de imigrantes ilegais, de acordo com o Migration Policy Institute, e corre o risco de sofrer um êxodo maior – semelhante ao que ocorreu no Arizona – que pode ter um efeito profundo sobre a sua economia.

Com Texas Tribune.