Medo de sexta-feira 13 tem nome: parascavedecatriafóbico

Medo de sexta-feira 13 tem nome: parascavedecatriafóbico

189
Compartilhar

Parascavedecatriafóbico é o termo utilizado para quem tem medo da sexta-feira 13 e vem da junção das palavras gregas “paraskevi” (“sexta-feira”), “dekastreis” (“treze”) e “phobia” (“medo”). O verbete é considerada uma variação do termo “triskadekafobia” ou “fobia do número 13”. Portanto, se você morre de medo de sexta-feira 13, saiba que essa fobia tem nome, mesmo que complicado.

Para amenizar a aversão, contamos aqui 13 fatos sobre a data:

1 – A mitologia nórdica conta que há muitos séculos houve banquete para 12 convidados. Um deles, Loki, considerado o espírito do mal, não foi convidado, mas apareceu mesmo assim causando a maior confusão. Depois disso, convidar 13 pessoas para jantar passou a ser sinal de azar, assim como o número.

2 –  Outra lenda diz que a deusa do amor e da beleza, Friga (que deu origem ao nome “Friday”, sexta-feira em inglês) foi considerada uma bruxa e exilada pela população no alto da montanha. Para se vingar, passou a reunir-se com outras 11 feiticeiras, além do próprio Satanás, todas as sextas-feiras, em um total de 13 participantes, para jogar pragas contra a humanidade.

3 – Para os cristãos, a sexta-feira 13 é relacionada à Última Ceia, que aconteceu numa sexta-feira, com 13 pessoas à mesa.

4 – A sexta-feira foi o dia em que Jesus foi crucificado

5 – O Antigo Testamento judaico, aliás revela que Eva teria oferecido a maçã a Adão numa sexta-feira.

6 –  O grande dilúvio, também citado pela Bíblia, teria começado numa sexta-feira.

7 –  Sexta-feira 13 é também o nome de um dos filmes mais consagrados pelos amantes de filme de terror. Nos filmes da série, o assassino Jason Voorhees, totalizou 13, 08 mortes por filme.

8 – Em 1907, o corretor de ações Thomas Lawson publicou o livro “Sexta-feira 13”, que inspirou a franquia de filmes “Sexta-feira 13”, na década de 1980. O livro conta a história sombria de um corretor de Wall Street que manipula o valor de ações para se vingar de seus inimigos, deixando-os na miséria. De acordo com o livro, uma sexta-feira, a 13, quebraria o melhor pregão em andamento.

9 – O Clube dos Treze, um grupo de homens determinados a desafiar superstições, se reuniu pela primeira vez em 13 de setembro de 1881 (uma quarta-feira) – mas só seria fundado oficialmente em 13 de janeiro de 1882.

10 –  Os integrantes do Clube dos 13 se encontravam sempre no dia 13 de cada mês, , quebravam espelhos, derrubavam saleiros e entravam no salão de jantar passando debaixo de uma escada. Os relatórios anuais do clube mostravam meticulosamente quantos de seus membros tinham morrido, e quantas destas mortes haviam acontecido dentro do prazo de um ano após um membro comparecer a um de seus jantares.

11– Outra versão para sexta-feira ser de má agouro é que o rei Felipe IV da França se sentia ameaçado pelo poder da Igreja. Para mudar a situação, ele tentou se filiar à ordem religiosa dos Cavaleiros Templários, mas teve sua entrada negada. Depois disso, ele perseguiu os templários numa sexta-feira, dia 13 de outubro de 1307.

13 – O número 13 é considerado de má sorte na numerologia por ser irregular. O número 12 é considerado algo mais completo: 12 meses no ano, 12 apóstolos de Jesus, 12 constelações no Zoodíaco, 12 tribos de Israel.

Fonte: Gazeta do povo