Dona Nanete recebe prêmio do Ministério da Cultura

Dona Nanete recebe prêmio do Ministério da Cultura

144
Compartilhar

O Ministério da Cultura deu início ao repasse de recursos aos vencedores da 5º edição do Prêmio Culturas Populares – Leandro Gomes de Barros. Pela primeira vez uma representante de Fernando de Noronha, a produtora cultural Ana Martins, conhecida como Dona Nanete, foi contemplada. Ela recebeu 10 mil reais como incentivo ao trabalho.  

“É a primeira vez que alguém lembrou que Noronha existe e tem cultura. Eu não acreditei, quando recebi a visita da representante do ministério, Maria do Céu.  Maria me disse que eu poderia receber esse prêmio, vou até pedir desculpa, agora quero agradecer. Eu vou usar esse dinheiro para pagar o tecido que comprei para fazer o figurino da Paixão de Cristo do Maracatu Nação Noronha. Eu vou reinvestir na cultura da ilha”, falou Dona Nanete. “Dona Nanete tem uma história linda de dedicação à cultura popular. Ficamos muito felizes em poder contribuir com o trabalho que ela faz em Fernando de Noronha”, comemorou a representante do Minc, Maria do Céu.

Recursos

Ao todo, 331 pessoas físicas e 80 pessoas jurídicas vão receber um total bruto de R$ 5.528.573,32. Os 200 primeiros da categoria Mestres e Mestras foram premiados e receberam 10 mil reais cada. Outros projetos foram premiados nas categorias Grupos/Comunidades; Instituições privadas sem fins lucrativos e Mestres In Memoriam pelo trabalho realizado por mestres já falecidos, a exemplo da Selma do Cocô (Selma Ferreira da Silva) de Olinda. Entre todas as regiões do país, a região Nordeste levou 251 prêmios na soma de todas as categorias. 


História de cultura

Dona Nanete mora Noronha desde a década de 1950 e a partir de 1961 deu inicio as atividades culturais, com a organização do pastoril.  A produtora também implantou a dança do pescador, quadrilhas, maracatu e o espetáculo da Paixão de Cristo da ilha. Ana Martins tem oito filhos, 30 netos, 25 bisnetos e um tataraneto. Os descendes de Dona Nanete também se envolvem nos eventos produzidos pela matriarca da família Martins.

Fonte: G1