Alma, a busca da sua felicidade interior

Alma, a busca da sua felicidade interior

472
Compartilhar

12571179_1193437500671021_1894925422_n

Passamos a vida buscando exteriormente algo que nos traga a ” felicidade”, a procuramos num relacionamento, em um emprego, em amigos, em filhos, em acúmulo de bens e ela parece que foge ao nos ver caminhando em sua direção… Talvez seja por que coisas não tem ” vida” e com isso não ” pulsam” um coração… Talvez seja porque o namorado (a),esposo (a),filho (a), amigo(a) ” tenham vida ” e com isso sejam dotados da livre escolha, assim como nós também recebemos de Deus o presente do ” livre-arbítrio” e eles tem o direito de ser quem desejem ser, de agir, pensar, falar como assim preferirem, de buscar a ” alegria, a paz , a realização” em coisas ou pessoas as quais ” não aprovamos, não simpatizamos”… Me pergunto: Sabemos mesmos o que é para melhor para o outro, se ainda não encontramos o ” doce sorriso da harmonia interior”?… Amados irmãos, ninguém, nada pode nos trazer ou fazer-nos felizes, somos nós que devemos buscar a felicidade dentro de nós mesmos, semeando , adubando, irrigando bons pensamentos, sentimentos, palavras e ações… Não há ” festa” numa alma que não se ama, não se aceita, não se conhece… Não há ” música” num espírito que não ama, não aceita e não está aberto ao próximo… Quando a palavra ” próximo” foi falada e escrita pela primeira vez ,creio eu, que o intuito foi de ” aproximar”, nos manter ” próximos ” uns dos outros… Mas o mundo anda tão moderno não é? Tudo tão rápido, tão descartável, tão “objeto”, que até nós muitas vezes nos tornamos escravos de outros e das ” coisas as quais compramos”… Te pergunto: Há ” felicidade” numa mente aprisionada? De certo que ” não”, como também não há como aprisionarmos o outro as nossas vontades e decisões… Diga a si mesmo, incontáveis vezes: EU ME AMO! EU SOU LIVRE! EU AMO E DEIXO LIVRE! Quando enfim, essas frases deixarem de ser apenas frases e saírem de um sentido oculto e tornarem-se realmente significativas em nossos corações, ganharem vida em nossas mentes, virarem rotina em nossos atos, soarem leves em nossas palavras, encontraremos a tal ” FELICIDADE” que vivemos buscando… Até lá, vamos exercitando, por que a memória fixa aquilo que praticamos, cria um registro e com isso tudo ficará mais fácil, deixaremos de carregar enormes fardos.

Paz e bem!

Maria Rocha

Deixe um comentário

3 + 18 =