Califórnia em estado de emergência, incêndio já deixa 15 mortos

Califórnia em estado de emergência, incêndio já deixa 15 mortos

122
Compartilhar

SANTA ROSA, Califórnia — Alimentados pelos fortes ventos, os incêndios florestais continuam nesta terça-feira a devastar a Califórnia, deixando ao menos 15 mortos e mais de duas mil casas destruídas. As chamas, que começaram no domingo à noite, provocaram pânico nas regiões de Napa, Sonoma e Mendocino. Segundo os bombeiros da Califórnia, mais de 20 mil pessoas precisaram deixar suas casas e ao menos 40 mil hectares foram atingidos pelas chamas em todo estado.

O governador da Califórnia, Jerry Brown, decretou estado de emergência para oito condados e pediu ao presidente Donald Trump que declare estado de desastre maior. O decreto ordena a todas as agências do estado e à Guarda Nacional que colaborem no combate dos 18 grandes incêndios. Na carta a Trump, o governador explicou que os incêndios crescem rápido e sem controle.

 

“Achamos que a destruição aumentará, impactando tanto residências como infraestrutura pública”, diz a mensagem. “Determinei que este incidente é de tal gravidade que a resposta efetiva vai além das capacidades do estado e dos governos locais afetados, e a assistência federal é necessária”.

Os bombeiros esperavam nesta terça-feira uma redução na velocidade dos ventos para iniciar as operações de combate aos incêndios. Muitos vinhedos foram destruídos ou afetados, segundo a imprensa, entre eles o famoso Stag’s Leap Wine Cellars, que adquiriu fama mundial em 1976 ao superar grandes vinhos franceses em uma competição.

— Neste momento, ainda estamos avaliando os danos específicos aos vinhedos do condado de Sonoma e às nossas comunidades e moradores — declarou à imprensa local Karissa Kruse, presidente da associação de produtores de vinho de Sonoma.

As autoridades contabilizavam 15 focos de incêndio diferentes, principalmente na metade norte do estado. Os complexos hoteleiros da área também foram devastados pelas chamas, de acordo com imagens da imprensa local, e muitos residentes tiveram de fugir, deixando para trás todos os seus bens. Jesús Torres revelou à CBS que teve tempo apenas para pegar algumas coisas e fugir.

— O céu ficou vermelho. Soubemos do incêndio em cima da hora, havia fumaça por todos os lados — contou Torres.

Leia mais: https://oglobo.globo.com/mundo/incendio-deixa-15-mortos-duas-mil-casas-destruidas-na-california-21932570#ixzz4v9XFo9Q1
stest

Fonte: O globo